Terça-feira, 28 de maio de 2024

Terça-feira, 28 de maio de 2024

Voltar Você tem hábitos noturnos? Sua saúde pode estar em risco; entenda

Você prefere acordar cedo ou só dormir de madrugada? Essa preferência é chamada cronotipo, que nada mais é que uma predisposição natural quede cada indivíduo de sentir picos de energia ou cansaço, de acordo com a hora do dia. No entanto, diversos estudos sugerem que isso também pode influencia sua saúde.

O mais recente trabalho sobre o assunto, publicado na revista Sleep Medicine, indica que os noturnos podem ter quase o dobro do risco de arterioesclerose, em comparação com os matutinos. Essa condição é causada pelo acúmulo de depósitos de gordura nos vasos sanguíneos e aumenta o risco de problemas cardiovasculares como infarto ou AVC.

Pesquisadores da Universidade de Gotemburgo, na Suécia, analisaram 771 pessoas, com idades entre 50 e 64 anos, para ver se a arterioesclerose condição era mais comum em noturnos, pessoas que tendem a acordar e dormir mais tarde e têm mais energia à tarde e à noite.

Aqueles que disseram ser definitivamente uma pessoa noturna tinham 90% mais probabilidade do que uma pessoa definida de manhã de ter artérias endurecidas, depois de levar em conta outros fatores, incluindo peso, atividade física e consumo de álcool.

Os investigadores analisaram então o risco das pessoas desenvolverem doenças cardiovasculares na próxima década, que é calculado com base na idade, sexo, pressão arterial, nível de colesterol “mau” e tabagismo. Os resultados mostraram que os noturnos com alto risco de doenças cardiovasculares tinham 15 vezes mais probabilidade de ter artérias endurecidas do que outras pessoas com baixo risco de doenças cardiovasculares.

As evidências sugerem que ser uma pessoa noturna, em vez de ser particularmente ativo durante o dia, pode funcionar contra o nosso relógio biológico natural. Essa incompatibilidade de horários tem sido associada à hipertensão e à inflamação, que podem danificar as artérias e causar seu endurecimento.

Por outro lado, pessoas noturnas também tendem a ter estilos de vida menos saudáveis, como comer mal, o que também pode aumentar o risco da condição.

“As pessoas que são noctívagos devem estar conscientes da potencial ligação com artérias endurecidas, e talvez tentar não ir para a cama demasiado tarde quando estão cansadas. Como possivelmente estão num grupo de risco para doenças cardiovasculares, podem querer considerar um estilo de vida como uma alimentação saudável, dormir o suficiente e fazer exercício.”, disse Mio Kobayashi Frisk, que liderou o estudo da Universidade de Gotemburgo, na Suécia.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Embalos & Loterias