Quarta-feira, 29 de maio de 2024

Quarta-feira, 29 de maio de 2024

Voltar Vice-governador divulga o Rio Grande do Sul para empresários e representantes da China e Arábia Saudita

Em busca de novos negócios e investimentos para o Rio Grande do Sul, nesta quarta-feira (2) o vice-governador gaúcho Gabriel Souza participou em São Paulo de uma série de encontros com empresários sauditas e chineses. Ele enalteceu como potenciais do Estado aspectos relativos à agropecuária, energia e infraestrutura.

Participaram das reuniões os secretários Ernani Polo (Desenvolvimento Econômico) e Giovani Feltes (Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação).

Durante aproximadamente meia hora, Souza fez uma apresentação em inglês. destacando a diversidade de negócios e oportunidades de mercado. Também pontuou a relevância da posição geográfica do Rio Grande do Sul e a capacidade de conexão com diferentes partes do mundo.

Também mencionou recursos aplicados em infraestrutura pelo governo gaúcho e a conquista da primeira posição no ranking nacional de inovação. Outro ponto de interesse foi o chamado “abate halal”, procedimento que conta no Estado com 13 frigoríficos certificados para esse trabalho.

“Nosso encontro em São Paulo foi para apresentar as oportunidades do Estado em investimentos variados, mas principalmente no setor petroquímico, além da agropecuária, infraestrutura, concessões e inovação, áreas que os sauditas têm grande interesse”, explicou Gabriel.

Polo comemorou os resultados da agenda: “Eles reconhecem o Rio Grande do Sul como um ambiente favorável para atração de investimentos nas áreas de química, petroquímica e infraestrutura, além dos tradicionais setores da proteína animal, com certificação halal, e de grãos, por exemplo”.

Sauditas

Com os representantes da Arábia Saudita, Gabriel detalhou áreas estratégicas do Rio Grande do Sul. Ele foi recebido pelo ministro de Investimentos Khalid AlFalih e por dez investidores do país. Como resultado imediato, ficou agendada uma visita técnica da comitiva saudita ao Estado nesta quinta-feira (3).

O grupo será chefiado pelo diretor administrativo do Ministério de Investimentos (responsável pelo setor petroquímico e pela conversão de indústrias), Waleed Al-Ruabie. Eles conhecerão o Polo Petroquímico de Triunfo (Região Carbonífera) e outras empresas da Região Metropolitana da Capital.

Também foram convidados a visitar a 46ª Expointer, que será realizada de 26 de agosto a 3 de setembro no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio.

Chineses

Depois foi a vez de conversar com representantes da China Entry-Exit Inspection and Quarantine Association (CIQA), que responde pelo segmento de proteína animal. Organizada pela Associação Brasileira da Proteína Animal (ABPA), a conversa teve por objetivo expandir o mercado da carne suína para a China, incluindo cortes com osso.

O Rio Grande do Sul possui oito plantas frigoríficas aprovadas para vender o produto ao país asiático e também é considerado zona livre de febre aftosa sem vacinação. Conforme Feltes, a área técnica da pasta teve a oportunidade de apresentar iniciativas omo o programa “Sentinela” e ações de enfrentamento à gripe aviária:

“O mercado internacional de proteína animal é muito importante para o Rio Grande do Sul. O nosso Estado possui o reconhecimento de zona livre de aftosa sem vacinação, o que pode auxiliar para um crescimento das exportações gaúchas para a China”.

Escola de negócios

Já no encerramento da agenda paulistana, os membros da comitiva gaúcha visitaram a sede da empresa alimentícia JBS. Eles conheceram a Escola Germinare, um centro de educação com foco em negócios.

Dividida nas modalidades Business, Tech e Vet, a escola oferece cursos nas áreas de vendas, desenvolvimento de sistemas, análise de dados e técnico em veterinária para alunos dos ensinos Fundamental e Médio, de forma gratuita. O espaço existe desde 2008 e, só neste ano, abriu ao menos 300 vagas (atualmente, são mais de 900 alunos).

(Marcello Campos)

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Bom Dia Caiçara