Sexta-feira, 21 de junho de 2024

Sexta-feira, 21 de junho de 2024

Voltar Veja quais são os golpes mais aplicados por vigaristas no Natal e Ano Novo

Natal e Ano Novo são datas marcadas por celebrações, alegria e reencontro com amigos e família, mas com o 13º salário na conta e o aumento do consumo, bandidos aproveitam o fim de ano para aplicar golpes.

De acordo com a Polícia Civil e especialistas, a maior parte dos golpes é aplicada no ambiente on-line e pode causar grandes prejuízos às vítimas. O principal e mais comum deles são os que envolvem Phishing (armadilha digital) como técnica.

“Essa técnica consiste na criação de links que podem instalar ocultamente códigos maliciosos no dispositivo da vítima ou ainda direcioná-la para uma página falsa, criada com o objetivo de roubar dados pessoais e bancários”, explicou Eduardo Pinheiro, especialista em Crimes Cibernéticos.

Uma outra técnica usada por golpistas é o roubo de dados por meio de engenharia social. Segundo Eduardo Pinheiro, essa artimanha criminosa está presente em vários golpes praticados de forma on-line, como invasão de sistemas e roubo de contas de e-mails e redes sociais.

“Os criminosos usam essas técnicas para terem acesso aos dados pessoais e de cartão de crédito das pessoas e, assim, realizam compras fraudulentas on-line, utilizando os dados da vítima”, frisou.

Bilhete premiado

Outro golpe que vem fazendo vítimas no final do ano é o do bilhete premiado. O golpe funciona por meio de uma promessa dos criminosos de dividir o prêmio da loteria com a vítima. Mas, para concretizar a divisão, eles pedem uma grande quantia de dinheiro. Depois que a vítima entrega o valor, os criminosos desaparecem.

Além dos golpes com técnicas de Phishing, os casos de sequestros relâmpagos visando transferências bancárias também preocupam especialistas. “Percebemos um aumento nos casos de furtos e roubos em áreas movimentadas de compras nesta época do ano. Por isso, é importante ficar atento e adotar práticas de segurança”, disse Emir Pinho, especialista em Segurança Pública e Privada.

Em nota, a Polícia Civil afirmou que alguns golpes são comuns durante o final do ano, devido ao aumento das atividades comerciais e financeiras.

Sequestros

Atenção para sequestros deve ser redobrada
Com mais pessoas e, principalmente, dinheiro circulando, golpistas aproveitam o fim de ano não só para aplicar golpes, mas também para cometer crimes mais graves, como furtos, roubos e até sequestros relâmpagos.

Uma das dicas passadas por Eduardo Pinheiro, especialista em Crimes Cibernéticos, é manter a atenção redobrada em locais pouco movimentados, já que os criminosos monitoram e buscam alvos vulneráveis.

Dicas de proteção

1. Desconfie de facilidades: A internet está repleta de oportunistas e golpistas que tentam atrair a vítima com ofertas supervantajosas, seja de produto, emprego ou serviço.

2. Cuidado com e-mails e links suspeitos: Não clique em links de e-mails suspeitos ou abra anexos desconhecidos. Verifique a autenticidade do remetente antes de agir.

3. Evite compartilhar informações pessoais on-line: Limite a quantidade de informações pessoais que você compartilha nas redes sociais e outras plataformas on-line.

4. Busque referências: Ao realizar negócios pela internet, busque referências com pessoas idôneas que já realizaram o mesmo tipo de negócio.

5. Confira nos sites de denúncias on-line: É importante também antes de realizar um negócio on-line pesquisar se existem denúncias de golpes ou inconformidades dos sites ou empresas com quem deseja fazer negócios. Pesquise em: reclameaqui.com.br e consumidor.gov.br.
6. Mantenha-se bem informado: Esteja atualizado sobre os principais tipos de golpes e fraudes para, caso seja abordado, identificar a tentativa de golpe e saber se proteger.

7. Atenção nas ruas: Redobre a atenção nas ruas, especialmente em locais pouco movimentados, já que os criminosos monitoram e buscam alvos vulneráveis. É o chamado crime de oportunidade.

8. Senha do banco: Deve ser exclusivamente usada para acessar sua instituição financeira. Nunca use a mesma senha em outros aplicativos.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Clube do Ouvinte