Quarta-feira, 18 de maio de 2022

Quarta-feira, 18 de maio de 2022

Voltar Vacinação contra gripe e covid prossegue nesta sexta em Porto Alegre em diversos locais

Ao longo desta sexta-feira (13), Porto Alegre mantém 124 postos com vacina contra gripe para crianças (com idades entre seis meses e 9 anos), adultos a partir de 55 anos, trabalhadores da saúde, gestantes, puérperas, pessoas com deficiência, trabalhadores portuários e do transporte, pessoas privadas de liberdade, profissionais da educação, pessoas com comorbidades, povos indígenas e integrantes das Forças Armadas e da segurança e salvamento. Também prossegue em dezenas de locais a imunização contra covid a partir dos 5 anos.

O serviço inclui primeira dose de reforço contra covid para quem já fez 18 anos e completou o esquema básico de imunização. Já a segunda aplicação-extra (também conhecida como “quarta dose”) contempla adultos com baixa imunidade e ou a partir dos 70 anos, desde que a primeira proteção-extra tenha sido ministrada há pelo menos quatro meses.

Na maioria dos locais o horário vai das 8h às 17h, no entanto alguns postos permanecem abertos até as 21h, a fim de viabilizar o acesso para quem trabalha em horário comercial, por exemplo. Nessas unidades com serviço noturno é possível fazer agendamento, por meio do aplicativo “156+POA”.

Imunizantes disponíveis, endereços, horários de funcionamento e telefones de contato dos postos e outros detalhes, podem ser consultados nas notícias do site prefeitura.poa.br. Vale lembrar que a campanha permanece suspensa por tempo indeterminado nas farmácias parceiras da Secretaria Municipal da Saúde (SMS). Em caso de dúvida, consulte o site prefeitura.poa.br.

Contra gripe

Para receber a imunização, trabalhadores da saúde e outras categorias profissionais devem apresentar contracheque ou outro documento que demonstre o vínculo empregatício.

Para as crianças, é solicitada a apresentação da caderneta de vacinação. Pessoas com mais de 55 anos devem apresentar documento oficial com foto, que comprove a idade. Gestantes e puérperas, devem levar a carteira da gestante.

É importante ressaltar que as vacinas contra gripe (dose única) e contra covid (uma ou duas etapas, mais aplicação de reforço) podem ser aplicadas na mesma ocasião para a maioria dos públicos-alvo, sem riscos à saúde – apenas se recomenda receber cada picada em partes diferentes do corpo (braços esquerdo e direito, por exemplo).

A exceção é o público infantil (5 a 11 anos). Para esse segmento, é preciso observar um intervalo mínimo de 15 dias entre a inoculação de cada imunizante.

Contra covid

No caso dos adolescentes e adultos, em procedimentos de primeira dose (ou aplicação única, no caso da vacina da Janssen) deve ser apresentada identidade com CPF. Não é necessário o comprovante de residência, bastando uma autodeclaração simples com nome e endereço.

Para a gurizada de 5 a 11 anos, não é necessária prescrição médica, mas solicita-se o cartão de vacinação contra outras doenças. Além disso, a mãe, pai ou responsável deve acompanhar o procedimento. Caso não seja possível a presença de um adulto, é necessário apresentar autorização por escrito.

Na segunda injeção é obrigatório o cartão de controle fornecido pelo agente de saúde na primeira etapa. Pode se dirigir aos locais indicados quem recebeu Coronavac há pelo menos 28 dias. No caso dos imunizantes Oxford e Pfizer, o intervalo é de oito semanas entre as duas “picadas”.

Para primeiro e segundo reforço (este último para pessoas a partir de 70 anos ou com baixa imunidade), exige-se a mesma documentação da segunda dose, desde que o cartão de controle mostre o esquema de imunização completo há pelo menos quatro meses para quem recebeu Coronavac, Oxford e Pfizer ou dois meses para os contemplados com a Janssen (injeção única).

Os imunossuprimidos, por sua vez, devem comprovar a condição de saúde por meio de atestado ou receita médica, além do registro de segunda dose (ou única) há pelo menos 28 dias. No caso da segunda dose-extra, também é necessário ter recebido a anterior em um prazo mínimo de quatro meses, conforme mencionado anteriormente.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Mortes por covid no Rio Grande do Sul chegam a 39.369
Polícia Federal apreende cinco quilos de cocaína no aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre
Deixe seu comentário

No Ar: