Terça-feira, 28 de maio de 2024

Terça-feira, 28 de maio de 2024

Voltar Sinais e sintomas comuns de bronquite aguda

A bronquite aguda é uma condição em que o revestimento do tubo brônquico (tubo que leva o ar para dentro e para fora dos pulmões) está inflamado. Isso causa tosse com muco, falta de ar e febre baixa.

Normalmente a bronquite é causada ​​por infecções virais, os mesmos vírus causam resfriado comum ou gripe. Fatores ambientais, como poluição, também podem ser uma causa.  Os sintomas incluem tosse com muco, fadiga, falta de ar, desconforto no peito e febre baixa.

Fatos: Tratável por um profissional médico; Diagnosticado por profissional médico; Raramente requer exames laboratoriais ou de imagem; Geralmente resolve dentro de dias a semanas; Pode ser evitável pela vacina; Transmitido facilmente se infeccioso; histórico familiar pode aumentar a probabilidade; Recomenda-se atendimento médico urgente em casos graves.

Sintomas

Os sintomas mais comuns de bronquite aguda são: Uma tosse persistente, que pode produzir muco; Febre moderada e calafrios; Desconforto no peito; Falta de ar; Dor de garganta; Dores no corpo; Dores de cabeça; Nariz entupido.

Causas

A seguir estão as principais causas do desenvolvimento de bronquite: Infecções virais; Fatores ambientais como poluição do ar, gases químicos; Infecção bacteriana.

Os fatores de risco incluem: Fumar cigarro; Alérgico a certos perfumes, vapores químicos; Exposição a poeira constante; O sistema imunológico enfraquecido, ou seja, a incapacidade do corpo de combater a infecção; Refluxo gástrico.

Diagnóstico

No estágio inicial, é difícil distinguir entre o resfriado comum e a bronquite aguda ou crônica com base nos sintomas. O diagnóstico começa com um exame físico e é seguido por testes para descartar qualquer outra infecção.

Exame físico: Exame físico para verificar seus pulmões enquanto você respira. Também para verificar se há fraqueza nos músculos, mudanças na voz, padrões de respiração, etc.

Raio X: A radiografia de tórax é realizada para descartar outras doenças pulmonares, como pneumonia. Normalmente solicitado se a tosse persistir por várias semanas

Prova de função pulmonar (PFP): Esse teste é feito por meio de um aparelho chamado espirômetro, que mede a capacidade de ar dos pulmões. Normalmente solicitado se o paciente estiver com falta de ar.

Teste de cultura de escarro: Para testar quaisquer infecções ou alergias. Normalmente solicitado se a tosse persistir por várias semanas com febre.

Tratamentos

Um repouso completo com ingestão adequada de líquidos geralmente ajuda na recuperação da bronquite aguda. Se os sintomas forem graves, os tratamentos podem incluir medicamentos e terapia.

Medicação

Antitussígenos: Isso ajudará a suprimir a tosse e a dormir bem à noite. Geralmente recomendado para tosse forte.
Broncodilatadores:  Ajuda a limpar a expectoração, abrindo os tubos brônquicos estreitos. Geralmente recomendado para tosse grave e uso limitado em pacientes com sibilância e doença pulmonar subjacente.
Mucolíticos: Ajuda a diluir o muco, o que facilita a expectoração.
Anti-histamínicos: Auxilia no descongestionamento do trato respiratório superior. Geralmente recomendado para sintomas de resfriado concomitantes.
Antivirais: Para inibir o crescimento de organismos. Geralmente recomendado para gripe causando bronquite aguda.
Antibióticos: Para inibir o crescimento de organismos. Geralmente recomendado para coqueluche que causa bronquite aguda.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Caiçara Confidencial