Quinta-feira, 26 de maio de 2022

Quinta-feira, 26 de maio de 2022

Voltar Senado dos Estados Unidos confirma Ketanji Brown Jackson como a primeira mulher negra na Suprema Corte

O Senado dos Estados Unidos confirmou nesta quinta-feira (07) a indicação do presidente Joe Biden à Suprema Corte, Ketanji Brown Jackson, durante uma votação histórica que abre caminho para que ela se torne a primeira mulher negra a servir na mais alta corte do país.

A confirmação representa uma vitória significativa para os democratas e uma maneira de o presidente cumprir uma promessa de campanha em um momento em que os EUA enfrentam vários desafios internos e externos, incluindo o aumento da inflação e a crise na Ucrânia.

A aprovação de Ketanji também se torna um marco Importante para a Suprema Corte e o judiciário federal dos EUA, embora não mude o equilíbrio ideológico do tribunal.

A vice-presidente Kamala Harris, a primeira mulher negra a ocupar o cargo no país, presidiu a sessão durante a votação histórica em sua qualidade de presidente do Senado. Jackson será empossada após o juiz Stephen Breyer se aposentar ainda neste ano.

Antes da votação final, o líder da maioria no Senado, Chuck Schumer, chamou o momento de “dia alegre, importante e inovador”.

“Na história de 233 anos da Suprema Corte, nunca, nunca uma mulher negra deteve este título. Ketanji Brown Jackson será a primeira e acredito que a primeira de mais por vir”, disse o parlamentar.

Biden havia dito durante sua campanha presidencial de 2020 que estava comprometido em nomear uma mulher negra para a Suprema Corte se fosse eleito.

Em um ponto durante suas audiências de confirmação no Senado, Jackson ficou visivelmente emocionada e pode ser vista enxugando as lágrimas enquanto o senador democrata Cory Booker, de Nova Jersey, que é um dos três senadoras negros dos EUA, falou sobre seu caminho para a indicação e os obstáculos que ela teve de superar.

“Meus pais cresceram em uma época neste país em que crianças negras e crianças brancas não podiam ir à escola juntas”, disse Jackson a Booker depois que o senador perguntou quais valores seus pais haviam lhe ensinado.

“Eles me ensinaram trabalho duro. Eles me ensinaram perseverança. Eles me ensinaram que tudo é possível neste grande país”, respondeu Jackson.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Ministério da Saúde confirma o primeiro caso de subvariante da Ômicron no País
Polícia apreende R$ 450 mil em vinhos argentinos na BR-386, em Sarandi
Deixe seu comentário

No Ar: Caiçara Confidencial