Domingo, 23 de junho de 2024

Domingo, 23 de junho de 2024

Voltar Reféns libertados pelo Hamas chegam a hospital em Israel após trégua nos combates na Faixa de Gaza

Reféns recém libertados pelo Hamas na Faixa de Gaza chegaram a um hospital de Israel, nesta sexta-feira (24). Dois helicópteros transportando reféns libertados chegaram ao Centro Médico Infantil Schneider de Israel, que fica perto de Tel Aviv. Dos 24 que foram libertados, 22 foram inicialmente levados para Hatzerim e foram para hospitais na área de Tel Aviv.

Os outros dois reféns libertados na sexta-feira pelo Hamas foram levados para o Centro Médico Wolfson, na cidade de Holon, ao sul de Tel Aviv.

“Os reféns libertados passaram por uma avaliação médica inicial dentro do território israelense. Eles continuarão a ser acompanhados por soldados da IDF em seu caminho para hospitais israelenses, onde se encontrarão com suas famílias”, disseram os militares.

Conforme a Cruz Vermelha, 24 pessoas foram libertadas. Destas, 13 mulheres são e crianças israelenses, como previsto pelo acordo. O mais novo do grupo tem 2 anos, e a mais velha, 85. Além dos israelenses, 12 cidadãos tailandeses também foram soltos, após negociações paralelas.

A ministra de Relações Exteriores da Alemanha, Annalena Baerbock, afirmou que entre os libertados há quatro pessoas com cidadania alemã.

“Eu estou aliviada porque 24 reféns foram libertados na Faixa de Gaza, entre eles 4 alemães, e que um pai, depois de 49 dias de inferno, de medo inimaginável, pode finalmente abraçar suas duas filhas e sua mulher”, disse Annalena.

Em troca, Israel colocou em vigor a trégua de quatro dias nos bombardeios e libertou 39 palestinos que estavam presos no país desde antes do início da guerra. O Ministério de Relações Exteriores do Catar, que fez a intermediação do acordo, confirmou todas as libertações. Entre eles, estão 24 mulheres e 15 adolescentes.

Eles foram soltos no posto de controle de Beitunia, perto de Ramallah, e foram recebidos por uma multidão com bandeiras e fogos de artifício em meio gritos de boas-vindas e de “Deus é grande”.

Um total de 50 reféns poderão ser libertados durante a pausa de quatro dias na fuga, enquanto prisioneiros palestinos também devem ser liberados.

A pausa e as liberações aconteceram após semanas de negociações. Ao todo, serão libertados 50 dos 240 civis que foram sequestrados em 7 de outubro durante o ataque do Hamas a Israel. O acordo envolve a libertação de 150 palestinos detidos em prisões israelenses e um aumento significativo da ajuda humanitária permitida em Gaza.

Pelo menos 60 caminhões de ajuda entraram em Gaza desde a pausa no conflito. Israel disse que oito dos caminhões estão trazendo combustível, parte dos 130 mil litros a serem entregues em cada dia da trégua.

Saiba o nome e as idades dos reféns israelenses libertados

Adina Moshe, de 72 anos;
Aviv Asher, de 2 anos;
Channah Peri, de 79 anos;
Daniele Aloni, de 45 anos;
Doron Katz Asher, de 34 anos;
Emilia Aloni, de 6 anos;
Hanna Katzir, de 76 anos;
Keren Munder, de 54 anos;
Margalit Mozes, de 77 anos;
Ohad Munder, de 9 anos;
Raz Asher, de 4 anos;
Ruth Munder, de 78 anos;
Yafa Adar, de 85 anos.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Clube do Ouvinte