Quarta-feira, 24 de julho de 2024

Quarta-feira, 24 de julho de 2024

Voltar Recreio da Juventude lança projeto inovador de educação com foco em vivências de ensino-aprendizagem

Conectar tecnologia, arte, ciência e esporte de uma maneira inovadora e com aprendizado bilíngue: é esse o propósito do Recreio Lab, projeto com atividades educacionais que o Recreio da Juventude, tradicional clube social e esportivo de Caxias do Sul, na Serra Gaúcha, propõe em seu lançamento.

Baseado em modelos internacionais, o Recreio Lab é um projeto inédito no Rio Grande do Sul que visa trabalhar o contraturno escolar de uma maneira mais assertiva na formação de crianças e jovens. Com diversificados métodos de ensino por meio dos chamados “laboratórios de aprendizagem” – espaços educativos bilíngues, interdisciplinares, multietários e estruturados por projetos e resolução de problemas –, o Recreio LAB desenvolve e qualifica linguagens, habilidades e processos cognitivos a partir de pressupostos e problemas do cotidiano, agregando maior interatividade na vivência dentro do ambiente educacional e promovendo protagonismo e criticidade à criança e ao jovem.

Os laboratórios terão abordagens dedicadas às artes, à linguagem, à ciência, à tecnologia e à inovação, com número limitado de participantes em cada atividade, permitindo um melhor aproveitamento da experiência para cada estudante.

Além disso, o espaço inovador se soma à estrutura da maior sede do Recreio da Juventude, que conta com mais de 24 hectares de área verde e espaços esportivos, em uma região a menos de 5 km do centro de Caxias do Sul.

O foco no bilinguismo é um dos pilares mais importantes do Recreio Lab: todos os “laboratórios de aprendizagem” serão desenvolvidos com integração entre a língua materna (o português) e uma língua adicional (neste caso, o inglês), respeitando o nível inicial de conhecimento de cada participante para que haja uma evolução consistente e natural no domínio da segunda língua.

Um dos diferenciais do projeto são os métodos de ensino “Jolly Phonics” e “Jolly Music”, desenvolvidos pela britânica Jolly Learnings. O presidente executivo do Recreio da Juventude, Diego Biglia, destaca que o Recreio Lab não se resume, no entanto, a uma atividade de contraturno, mas a uma experiência de desenvolvimento do cidadão global.

“Queremos promover um ambiente em que o protagonismo esteja com o jovem; onde ele tenha capacidade de agregar conhecimento e, ao mesmo tempo, trabalhe a capacidade de desenvolver suas escolhas. Para isso, temos uma equipe composta por alguns profissionais com mais de três décadas de experiência e que entendem a necessidade de trazer um pensar diferente para atrair a atenção dos jovens, tão ligados em redes e telas”, disse o presidente.

A experiência dos participantes do Recreio Lab vai se constituir de diferentes vivências dentro do espaço educativo. A utilização de óculos de realidade virtual, a rotina de conversação totalmente em inglês e o trabalho de técnicas de desenvolvimento e de produção de conteúdo em vídeo são alguns exemplos de como o cotidiano infanto-juvenil pode ser inserido, absorvido e otimizado no ambiente escolar para a formação intelectual.

Os laboratórios serão realizados em formato semestral e atendem a diferentes faixas etárias, com programas específicos, para crianças de 4 a 7 anos, 8 a 10 anos e 11 a 16 anos. O programa oferece opções de meio turno nos períodos da manhã, tarde e vespertino, com capacidade média de 250 alunos.

O Recreio Lab é exclusivo para sócios do Clube. Ainda neste mês, os associados poderão realizar suas inscrições para participar desta nova abordagem educacional por meio do site Home – Recreio LAB. As atividades dos laboratórios iniciarão na segunda quinzena de fevereiro de 2024.

 

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Show da Tarde