Terça-feira, 23 de julho de 2024

Terça-feira, 23 de julho de 2024

Voltar Professores relatam que trancaram bebês em um quarto para evitar mais mortes em creche de Blumenau, em Santa Catarina

Professores da escola onde um ataque deixou quatro crianças mortas nesta quarta-feira (05) em Blumenau, Santa Catarina, relataram que tentaram trancar bebês dentro de uma sala de aula para evitar que fossem atacados por um homem que estaria em surto psicótico.

O comandante do 10º Batalhão de PM (Polícia Militar) de Blumenau, Márcio Alberto Filippi, declarou a repórteres que o autor do ataque pulou o muro quando cerca de 40 crianças estavam no local.

Ele entrou na creche enquanto elas estavam brincando no parquinho e começou a “desferir golpes com uma machadinha”. A princípio, as agressões aconteceram de maneira aleatória.

Segundo relatos, algumas professoras do CEI (Centro de Educação Infantil) Cantinho do Bom Pastor, local do crime, tentaram defender as crianças de golpes de machadinha desferidos pelo homem, mas não conseguiram contê-lo.

Ao menos quatro crianças morreram. Segundo os bombeiros, três meninos e uma menina, de 5 a 7 anos de idade. Os policiais afirmaram que o homem chegou a um batalhão da Polícia Militar sem esboçar reação ou arrependimento quando se identificou na portaria.

Assistentes sociais e psicólogos do município atendem os familiares e professores no local. A PM contou que “quando o criminoso percebeu que as professoras estavam defendendo as crianças, pulou o muro novamente e saiu de moto. Quando se apresentou à polícia, não falou nada, ficou calado”.

O criminoso saiu numa moto em direção ao 10º BPM, onde se entregou e foi encaminhado à Polícia Civil.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Show Da Manhã