Quarta-feira, 18 de maio de 2022

Quarta-feira, 18 de maio de 2022

Voltar Presidente norte-americano, Joe Biden, diz que Putin comete genocídio na Ucrânia

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse nesta terça-feira (12) que Vladimir Putin “tenta acabar com a ideia de poder ser ucraniano” o que classificou como “genocídio”.

Mais cedo, ele afirmou sem citar o presidente russo que os americanos não pagariam a conta pelas ações de “um ditador” que “comete genocídio” e declara guerra “a meio mundo de distância”.

Em um comentário sobre o aumento no preço dos combustíveis a apoiadores no Estado do Iowa, o americano não citou Putin nominalmente mas citou “genocídio” ao criticar a ação russa.

“Estou fazendo tudo ao meu alcance para reduzir o preço do petróleo e do gás”, disse Biden. “Seu orçamento familiar, sua capacidade de encher seu tanque, não devem depender de um ditador que declara guerra e comete genocídio a meio mundo de distância”, enfatizou.

A guerra na Ucrânia, ordenada pelo líder russo, provocou o aumento no preço dos combustíveis após os EUA proibirem a importação deste país como parte das sanções para o fim do conflito.

Essa foi a primeira vez que o presidente americano usou o termo “genocídio” para se referir à situação na Ucrânia após a invasão russa. Biden já chamou Putin, mais de uma vez, de criminoso de guerra.

Após a fala, Biden conversou com jornalistas e reforçou sua afirmação, desta vez, sim citando o líder russo nominalmente: “Chamei de genocídio porque ficou cada vez mais claro que Putin está tentando acabar com a ideia de poder ser ucraniano e as evidências estão aumentando”, disse o americano.

“Vamos deixar os advogados decidirem internacionalmente se ele se qualifica ou não, mas com certeza parece assim para mim”, disse ele.

“Beco sem saída”

O presidente russo, Vladimir Putin, declarou nesta terça (12) que as negociações de paz com a Ucrânia estão, nas palavras dele, em um “beco sem saída”.

Depois de ser uma presença constante na TV russa no começo da guerra, Vladimir Putin praticamente se retirou dos olhos do público há duas semanas, e não falou mais sobre o conflito. O silêncio começou com o recuo das tropas russas sendo expulsas dos arredores de Kiev.

Nesta terça, Putin reapareceu com muitas imagens de sua viagem com seu mais fiel aliado, o presidente de Belarus, Alexander Lukashenko. Putin usou Belarus como base no início da guerra e, nesta terça, com Lukashenko, usou uma data histórica para visitar uma base espacial: 61 anos atrás, o russo Iuri Gagarin se tornava o primeiro homem a viajar ao espaço.

O feito foi uma enorme conquista russa na corrida espacial travada com os Estados Unidos durante a Guerra Fria. Putin fez analogias entre o sucesso russo naquela época e os desafios de hoje, dizendo que as sanções foram totais, o isolamento foi completo, mas a União Soviética ainda era a primeira no espaço.

Putin classificou as sanções de agora como fracasso e afirmou que a economia da Rússia continua de pé. Isso apesar de a inflação estar em 200% e a previsão ser de que o PIB deve cair 15% esse ano, na pior recessão do país desde o fim da União Soviética.

Putin ainda afirmou que é impossível isolar severamente qualquer um no mundo moderno – especialmente um país tão grande como a Rússia. “Vamos trabalhar com os parceiros que quiserem cooperar”, declarou.

A fala de Putin desta terça também foi ruim para a esperança de um fim rápido desse conflito. Ele disse que as negociações com a Ucrânia chegaram a um “beco sem saída”, e que a Rússia vai alcançar os objetivos, que ele chamou de nobres, com calma.

Putin disse que é perguntado se a guerra não poderia ir mais rápido e respondeu: “Poderia, mas depende da intensidade da luta. E a intensidade, infelizmente, acarreta perdas. E nossa tarefa é alcançar todos os nossos objetivos com perdas mínimas.”

Ainda afirmou que a Ucrânia se afastou do acordo negociado em Istambul e fez provocações em Bucha, a cidade onde as mortes de civis pelas tropas russas são investigadas como possíveis crimes de guerra. Putin chamou a acusação de falsa.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Presidente dos Estados Unidos diz que Rússia comete genocídio na Ucrânia
Covid eleva risco de doenças cardíacas: saiba como proteger o coração dos efeitos da infecção
Deixe seu comentário

No Ar: Caiçara Confidencial