Quarta-feira, 29 de maio de 2024

Quarta-feira, 29 de maio de 2024

Voltar Polícia Federal realiza operação contra mais um suspeito de propagar ataques violentos a Lula no Pará

A PF (Polícia Federal) deflagrou, na manhã desta sexta-feira (4), uma operação contra mais um suspeito de propagar, por meio das redes sociais, ameaças ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Um mandado de busca e apreensão foi cumprido em Belém (PA).

O suspeito trabalha como vigilante e possui porte de arma de fogo. Segundo a PF, ele divulgou “imagens ameaçadoras de ataques ao presidente da República”.

“A ação policial busca angariar mais elementos de convicção acerca do cometimento de crimes e evitar a possibilidade de atentado ao presidente, posto que o suspeito atua profissionalmente como vigilante e possui porte de arma de fogo”, informou a PF.

Os policiais apreenderam o celular do vigilante, que foi levado para prestar depoimento. Armas não foram encontradas. A Justiça determinou que o homem seja monitorado por tornozeleira eletrônica durante dez dias.

Lula viajou ao Pará nesta sexta para cumprir agenda no Estado. Na semana que vem, ele participará da Cúpula da Amazônia em Belém.

Outro suspeito

Na noite de quinta-feira (3), outro homem que ameaçou dar um tiro em Lula foi preso em Santarém, também no Pará. “O homem teria dito que daria um tiro na barriga do presidente e perguntado aos presentes se sabiam onde ele se hospedaria quando fosse ao município”, afirmou a PF.

O suspeito é fazendeiro. Nesta sexta, a PF também fez buscas em endereços ligados ao homem.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Bom Dia Caiçara