Terça-feira, 28 de maio de 2024

Terça-feira, 28 de maio de 2024

Voltar Polícia Federal prende homem suspeito de planejar atentado contra Lula no Pará

Um fazendeiro do Pará foi preso nesta quinta-feira (3) pela Polícia Federal (PF). Investigações apontam que ele tinha um plano para atirar no presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que tem visita programada ao Estado a partir desta sexta-feira (4).

Apurações indicam que o fazendeiro tentou obter informações sobre o local em que presidente vai se hospedar no Estado. Como parte da programação de Lula no Pará, ele vai participar da Cúpula da Amazônia, que vai acontecer em Belém, nos dias 8 e 9 de agosto. O homem é suspeito dos crimes de ameaça e de incitar atentado por motivação política.

Segundo a PF, as ameaças teriam ocorrido enquanto fazia compras em uma loja de bebidas na quarta-feira (2). Enquanto realizava as compras, o homem teria dito que daria um tiro na barriga do presidente e teria perguntado aos presentes se sabiam em qual hotel ele iria se hospedar ao chegar a Santarém (PA).

O fazendeiro teria associação com a grilagem e com o garimpo, e seria proprietário de terras avaliadas em R$ 2,5 milhões. Ao ser encontrado pela PF nesta quinta, o suspeito disse aos policiais que teria participado dos atos de 8 de janeiro, em Brasília, e que teria invadido o salão verde da Câmara dos Deputados. Segundo o próprio homem, ele teria participado das manifestações em frente ao 8º Batalhão de Engenharia de Construção situado na cidade de Santarém durante 60 dias ininterruptos e que, inclusive, financiou a manifestação com R$ 1 mil todos os dias.

Nas redes sociais, o ministro da Justiça Flávio Dino afirmou que a Polícia Federal seguirá “aplicando a lei contra criminosos” e critica a existência de pessoas que ameaçam “matar ou agredir fisicamente autoridades dos Poderes da República”.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Embalos & Loterias