Sexta-feira, 20 de maio de 2022

Sexta-feira, 20 de maio de 2022

Voltar Palácio Piratini conta com 28 milhões de reais para obras de restauro e conservação

Localizado no Centro Histórico de Porto Alegre e um dos prédios mais icônicos do Rio Grande do Sul, o Palácio Piratini conta com R$ 28 milhões para obras de restauro, conservação e adaptação ao longo de 2022. São mais de 10 mil metros-quadrados de área no complexo, que há 101 anos abriga a sede do governo gaúcho.

O seu Núcleo de Conservação e Memória do Patrimônio Cultural trabalha com equipes especializadas para manter tudo em ordem. Os recursos destinados a essa finalidade viabilizarão a execução de projetos complexos, abrangendo ações inéditas para ampliar as garantias de salvaguarda do espaço, que já abrigou personalidades e fatos marcantes na história do País.

De acordo com o Executivo, a verba está dividida em pacotes de contratação. O primeiro, orçado em R$ 3 milhões, já está acertado e tem início previsto para os próximos dias, sob responsabilidade do Estúdio Sarasa Conservação e Restauro para as seguintes ações:

– Conservação e tratamento das fachadas das alas governamental e residencial;
– Restauração e conservação dos portões de gradil;
– Restauração das persianas da ala residencial;
– Pintura dos Salões (Espelhos, Banquetes e Oval);
– Pintura dos vestíbulos principais da ala governamental;
– Limpeza e conservação dos pisos em pedra portuguesa e mármore de carrara;
– Reforma de dois banheiros.

Próximas ações

Além disso, aguarda processo de tramitação burocrática na Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz) o bloco de serviços descrito a seguir.

– Projeto de acessibilidade universal: R$ 7 milhões;
– Modernização da subestação e readequação das redes elétricas, lógicas e telefonia: R$ 4,8 milhões;
– Restauração das fachadas e reforma interna do edifício anexo da Casa Civil: R$ 4,7 milhões;
– Substituição do piso e controle de infiltrações do terraço da Ala Residencial: R$ 1,5 milhão;
– Padronização do mobiliário funcional do complexo do Palácio Piratini: R$ 841 mil;
– Revitalização do quarto pavimento da Ala Governamental: R$ 750 mil;
– Substituição de tapetes da Ala Governamental: R$ 450 mil;
– Requalificação e iluminação dos jardins: R$ 331,7 mil;
– Mobiliário de suporte para guarda de materiais da reserva técnica, oficina de restauro e depósitos: R$ 269,3 mil;
– Climatização Salão Oval e Salão de Verão: R$ 260 mil;
– Projeto e execução da rede de gás natural: R$ 250 mil;
– Manutenção e recuperação das cortinas de tecido do Palácio Piratini: R$ 92,3 mil;
– Projeto para climatização total da Ala Residencial: R$ 61,3 mil;
– Restauro dos pisos em parquet do primeiro pavimento da Ala Governamental: R$ 3,9 mil (estimativa).

Também já está sendo preparada a implantação de um Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (PPCI). O  será executado por meio de recursos da Lei Federal de Incentivo à Cultura e já conta com um patrocinador.

Exposição

Até o dia 17 de maio, as alas governamental e residencial do Palácio Piratini abrigam a exposição “Palácio Contemporâneo”, que integra as celebrações alusivas ao centenário do prédio-sede do governo do Rio Grande do Sul. A mostra – com visita guiada – tem obras do Museu de Arte Contemporânea (MAC), vinculado à Secretaria da Cultura. O site oficial é palaciopiratini.rs.gov.br.

(Marcello Campos)

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deputados do União Brasil indicam Luciano Bivar como pré-candidato a presidente da República
Associação Brasileira de Aviação pede ao Tribunal de Contas que suspenda privatização de 15 aeroportos
Deixe seu comentário

No Ar: Show Da Manhã