Terça-feira, 28 de maio de 2024

Terça-feira, 28 de maio de 2024

Voltar Operadoras de planos de saúde brasileiras registram lucro de R$ 3 bilhões em 2023

As operadoras de planos de saúde brasileiras registraram lucro líquido de R$ 3 bilhões em 2023, de acordo com dados divulgados pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) na quinta-feira (18).

Esse resultado equivale a aproximadamente 1% da receita total acumulada no período, que foi superior a R$ 319 bilhões. Ou seja, para cada R$ 100 de receita, o setor auferiu cerca de R$ 1 de lucro.

Em 2023, as administradoras de benefícios registraram lucro de R$ 406,4 milhões; as operadoras exclusivamente odontológicas, de R$ 652,8 milhões; e as médico-hospitalares, de R$ 1,93 bilhão.

As operadoras médico-hospitalares, que são o principal segmento do setor, fecharam com resultado operacional negativo acumulado no ano de R$ 5,9 bilhões. Esse prejuízo operacional foi compensado pelo resultado financeiro recorde de R$ 11,2 bilhões, através, principalmente, da remuneração das aplicações financeiras, que acumularam, ao final do período, quase R$ 111 bilhões.

O diretor de Normas e Habilitação da ANS, Jorge Aquino, disse que os resultados são melhores do que as projeções para o setor. “Se em 2022 foi registrado prejuízo na casa de R$ 530 milhões no segmento médico-hospitalar, 2023 trouxe lucro de R$ 1,9 bilhão. Inclusive, poderíamos até mesmo ter números melhores, mas houve ajustes contábeis significativos em operadoras maiores que tiveram impacto nos resultados gerais. Temos acompanhado atentamente certas dificuldades na gestão das operadoras. Por isso, reforçamos que é necessária uma revisão do modelo de gerenciamento e de atendimento, para que elas possam entregar melhores serviços com melhor aproveitamento de todos os seus recursos. Não é uma fórmula fácil, mas as operadoras precisam buscar equacioná-la”, avaliou.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Caiçara Confidencial