Segunda-feira, 16 de maio de 2022

Segunda-feira, 16 de maio de 2022

Voltar Obama brinca e chama Joe Bide de vice em sua 1ª visita à Casa Branca em 5 anos

O ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, se referiu brincando a Joe Biden como “vice-presidente” antes de se corrigir e fazer uma saudação ao atual mandatário americano.

Biden atuou como vice de Obama nos 8 anos de gestão do democrata, até 2017. Desde então, o primeiro presidente negro dos EUA não havia mais pisado na Casa Branca.

Ele voltou à sede do governo americano nesta semana para fazer um balanço dos benefícios do Obamacare, sua lei de saúde, e dar um incentivo ao amigo.

Obama chegou ao Salão Leste sob fortes aplausos da plateia – foram convidados para este reencontro membros do Congresso e autoridades do governo.

O ex-presidente brincou também sobre as mudanças que foram feitas na Casa Branca desde a última vez em que ele esteve lá e elogiou a chegada de um gato de estimação. “Bo e Sunny ficariam muito infelizes”, brincou, referindo-se aos cães de sua família que ocuparam a Casa Branca durante sua gestão.

Após o momento de descontração, ele então elogiou a Lei de Saúde Acessível, cuja aprovação ele descreveu como um “ponto alto” de seu tempo no cargo.

Biden, que recebeu Obama para o almoço, brincou que os dois não sabiam em que lugar deveriam sentar e elogiou Obama por sua liderança na lei de saúde.

“A Lei de Saúde Acessível foi chamada de muitas coisas, mas Obamacare é a mais adequada”, disse Biden.

Popularidade

Enquanto Obama cativava a sala, Biden e a vice-presidente americana, Kamala Harris, sorriam à sua direita, conscientes de que o Partido Democrata precisa da popularidade do ex-governante para evitar resultados ruins nas eleições para o Congresso em novembro.

“Temos uma história para contar, tudo o que temos de fazer é contá-la”, disse Obama no final do evento, ao ser questionado sobre as perspectivas do partido nessas eleições, que possivelmente resultarão em uma perda do controle democrata da Câmara dos Representantes.

Os democratas esperam que Obama esteja tão envolvido nessa campanha eleitoral como esteve na campanha de 2020 e ajude a compensar a baixa popularidade de Biden, de cerca de 41%, ponderada pelo peso da inflação e outros problemas decorrentes da pandemia de covid.

Biden mostrou ter gostado da visita de Obama, a quem abraçou algumas vezes durante o evento, e disse que parecia “como nos velhos tempos”.

Desde que deixou a Casa Branca para ser sucedido por Donald Trump, Obama tem deixado clara a sua preocupação com a enorme influência que o magnata mantém no Partido Republicano.

“Agora sou apenas mais um cidadão. Mas ainda estou mais do que interessado na direção da nossa democracia”, afirmou Obama em aparente alusão a Trump que gerou risos e alguns aplausos da audiência.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Lula diz que “todo mundo” deveria ter direito ao aborto e vira alvo de evangélicos
Universidade Federal do Paraná afasta 25 alunos suspeitos de trote que deixou calouros queimados
Deixe seu comentário

No Ar: SHOW DA TARDE