Quarta-feira, 24 de julho de 2024

Quarta-feira, 24 de julho de 2024

Voltar Número de acidentes com fogos de artifício no Pronto Socorro de Porto Alegre aumenta em relação a 2022; veja cuidados nas festas de fim de ano

Considerado tradição nas festas de fim de ano, o uso de fogos de artifício requer alguns cuidados para evitar que acidentes graves aconteçam. A Secretaria municipal de Saúde (SMS) de Porto Alegre reforça medidas importantes para o uso dos artefatos durante as festas de Réveillon.

O número de registros por acidentes com fogos de artifício no HPS aumentou em relação ao ano anterior, registrando 12 casos de queimadura por fogos de artifício durante 2023.

Em 2022, foram registrados quatro casos de queimaduras do mesmo tipo. Em casos de acidentes na cidade, a vítima deve ser levada imediatamente ao HPS (Largo Teodoro Herzl, s/nº, Bom Fim) ou ao Hospital Cristo Redentor (rua Domingos Rubbo, 20, bairro Cristo Redentor).A diretora-geral do Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre (HPS), Tatiana Breyer, salienta que é importante conscientizar a população sobre os riscos e acidentes.

“Nunca devemos acender fogos de artifício próximo ao rosto ou apontar o produto em direção a outra pessoa. Em caso de acidentes, nunca passe nenhum produto no local atingido e procure um atendimento especializado ou ligue para o Corpo de Bombeiros (193) ou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) pelo 192”, explica.

Em dezembro de 2021, a Câmara Municipal de Porto Alegre aprovou projeto que proíbe a queima de fogos de artifício ruidosos na cidade e estabelece penalizações e multas para quem descumprir a medida.

Cuidados e dicas importantes elaborados pela prefeitura:

-Armazenar os fogos em local frio e seco, longe do alcance de crianças.
-Designar o manuseio dos fogos a adultos, jamais a crianças ou adolescentes.
-Nunca manusear fogos durante ou após consumo de bebida alcoólica.
-Não segurar os fogos de artifício com as mãos ou transportar nos bolsos.
-Nunca tentar acender os fogos que falharem.
-Não acender fogos em recipientes de metal ou vidro.
-Disparar os fogos somente ao ar livre, um de cada vez, em direção contrária a pessoas próximas, certificando-se de que não há substâncias inflamáveis ou redes elétricas nas proximidades.
-Ter sempre um recipiente de água por perto para colocar nos foguetes já usados ou aqueles que falharem, para não haver riscos de novas explosões.
-Em caso de show pirotécnico, contratar profissional especializado.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Show da Tarde