Quinta-feira, 18 de julho de 2024

Quinta-feira, 18 de julho de 2024

Voltar Ministros vão se licenciar do cargo para votar a favor do ministro da Justiça Flávio Dino no Supremo

Ministros do governo de Luiz Inácio Lula da Silva vão se licenciar do cargo temporariamente para reassumir uma cadeira no Senado nesta quarta-feira (13). Eles vão votar a favor da indicação do ministro da Justiça e Segurança Pública Flávio Dino para o Supremo Tribunal Federal (STF).

Wellington Dias (Desenvolvimento Social), Camilo Santana (Educação), Renan Filho (Transportes) e Carlos Fávaro (Agricultura) retornarão para os ministérios e seus suplentes voltam a assumir as cadeiras no Senado.

Dino, que também tem mandato de senador e atualmente é ministro da Justiça, vai ser sabatinado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) a partir das 9h desta quarta. Depois, a expectativa é que o nome dele seja analisado pelo plenário do Senado. São necessários pelos menos 41 votos do total de 81 senadores para Dino ser aprovado.

Ele foi indicado pelo presidente Lula para ocupar o cargo de ministro do STF na vaga aberta pela aposentadoria da ministra Rosa Weber.

As sabatinas de Flávio Dino e Paulo Gonet serão realizadas simultaneamente no Senado. Os indicados pelo presidente Lula para o Supremo e para o comando da Procuradoria-Geral da República (PGR) responderão lado a lado aos questionamentos dos senadores.

O modelo é inédito para indicações ao STF e ao comando da PGR. No modelo adotado, Dino e Gonet devem responder aos questionamentos dos senadores em bloco. Isso significa que os indicados terão mais de uma pergunta para responder de uma vez e os senadores, menos tempo para questionar.

 

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Clube do Ouvinte