Sexta-feira, 24 de maio de 2024

Sexta-feira, 24 de maio de 2024

Voltar Ministro da Justiça presta esclarecimentos em comissão da Câmara dos Deputados

Alvo de 71 requerimentos de convocação na Câmara dos Deputados desde que assumiu o Ministério da Justiça, Flávio Dino participa nesta terça-feira (10) de audiência pública na Comissão de Segurança Pública. O objetivo da convocação é de que o ministro preste esclarecimentos sobre a distribuição orçamentária de sua pasta. O bolsonarista Junio Amaral (PL-MG) foi quem solicitou a ida.

Diversos requerimentos da Casa Legislativa pedem a presença de integrantes do primeiro escalão do governo de Lula (PT). Além de Dino, Nísia Trindade (Saúde) e Gonçalves Dias (ex-GSI) lideram o ranking em segundo e terceiro lugar com 18 e 15 solicitações, respectivamente.

Grande parte desses pedidos são advindos das Comissões Parlamentares de Inquérito (CPI) que investigam o 8 de Janeiro e as que já encerraram seus funcionamentos, como a do MST. No colegiado que tinha o propósito de apurar as invasões do Abril Vermelho, a oposição tentou convocar Dino, para esclarecer a atuação e denúncias contra o movimento social.

“O ministro é responsável por coordenar e supervisionar as ações dos órgãos de segurança e justiça, como a Polícia Federal, a Polícia Rodoviária Federal e a Força Nacional de Segurança Pública, para combater as invasões de terras (…) No que tange ao ministro, cabe a ele esclarecer quais foram as orientações a serem cumpridas pela polícia federal nas invasões ocorridas até o momento na legislatura atual”, justificou Kim Kataguiri (União Brasil-SP).

Outros requerimentos contra Dino pedem esclarecimentos por suposta interferência na Polícia Federal por um vídeo da posse do ministro do Esporte André Fufuca. Na ocasião, os dois conversavam sobre um projeto para a pasta quando o titular de Justiça brincou: “Dinheiro eu não tenho, mas aquela polícia eu tenho”. A fala foi compartilhada em massa pela oposição, sendo tirada de contexto.

Veja o ranking de requerimentos:

* Flávio Dino (Justiça): 71
* Nisia Trindade (Saúde): 18
* Gonçalves Dias (GSI): 15 (ex-ministro)
* Fernando Haddad (Fazenda): 12
* Carlos Fávaro (Agricultura): 12
* Camilo Santana (Educação): 9
* Mauro Vieira (Relações Exteriores): 9
* Paulo Pimenta (Secretaria de Comunicação): 8
* Rui Costa (Casa Civil): 7
* Jader Filho (Cidades): 7
* Alexandre Silveira (Minas e Energia): 7
* Juscelino Filho (Comunicações): 5
* Paulo Teixeira (Desenvolvimento Agrário): 5
* Daniela Carneiro (Turismo): 4 (ex-ministra)
* Carlos Lupi (Previdência): 4
* André Fufuca (Esportes): 4
* Anielle Franco (Igualdade Racial): 3
* Silvio Almeida (Direitos Humanos): 3
* Luiz Marinho (Trabalho): 3
* Simone Tebet (Planejamento): 3
* Renan Filho (Transportes): 3
* Marina Silva (Meio ambiente): 2
* Jorge Messias (AGU): 1
* Esther Dweck (Gestão e Inovação): 1
* Marcio França (Empreendedorismo): 1
* Wellington Dias (Desenvolvimento): 1
* Margareth Menezes (Cultura): 1
* Sonia Guajajara (Povos Indígenas): 1.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Show da Tarde