Segunda-feira, 22 de julho de 2024

Segunda-feira, 22 de julho de 2024

Voltar McDonald’s da Silva Só comemora 30 anos em Porto Alegre

A icônica loja do McDonald’s da Av. Silva Só, em Porto Alegre, completou 30 anos com uma comemoração especial nesta quarta-feira (20). O evento marcou, também, a inauguração da área ampliada em 40 metros quadrados, com uma unidade totalmente repaginada. Na loja, o público pode desfrutar de várias atrações, como o show Pagode da Malu.

Durante essas três décadas, o Méqui Silva Só consolidou-se como referência no país, figurando entre as lojas com maior volume de vendas, muitas vezes superando os grandes centros econômicos como Rio de Janeiro e São Paulo. Além disso, a unidade da Silva Só tornou-se destaque internacional, como a loja de maior volume de carros em drive thru da América Latina. Os números impressionam: “Nosso fluxo hoje é uma média de 2 mil vendas por dia. Temos uma estimativa de cerca de três pessoas para cada venda realizada, portanto é um grande volume de pessoas que passam pela loja. Só na madrugada, chegamos a receber cerca de 1,5 mil pessoas ao dia”, destacou Antonio Maria Rocha, franqueado do McDonald’s e proprietário da loja.

Sempre na vanguarda da marca, Rocha aponta que um dos segredos para acompanhar a passagem dos anos é se antecipar às necessidades dos clientes. Foi a partir da experiência pessoal que o empresário decidiu inovar e implementar o primeiro restaurante McDonald’s aberto durante a madrugada do Brasil (fora de aeroporto). “Na época, por volta de 1997, eu tinha dois filhos em idade de sair, ir a festas. Como eu costumava levá-los e buscá-los nas madrugadas, percebi que eles e os amigos saíam com fome, e na época só havia alguns trailers com comidas de procedência duvidosa na cidade. Daí pensei: por que não trazer essa gurizada pra Silva Só?”, lembrou o empresário.

Uma ideia não basta, porém, para manter uma operação como esta. Rocha contou que a sua grande preocupação era garantir a qualidade do atendimento e dos serviços durante as 24 horas do dia. “Felizmente conseguimos trabalhar muito e transformar o atendimento na madrugada um ponto forte e uma marca registrada da nossa loja. Começamos só com a operação nas sextas e sábados. Assim que se consolidou, fomos aumentando e passamos a abrir todos os dias de madrugada, até chegarmos a realidade atual, funcionando 24 horas, com uma clientela que cresce cada vez mais”, relatou o franqueado do McDonald’s.

Com o passar dos anos, o avanço tecnológico causou impactos positivos na operação. “Lá no comecinho, na década de 1990, tínhamos uma chapa para fazer o hambúrguer que chamamos de flat. Era uma chapa que você tinha que colocar o hambúrguer de um lado e depois virar para o cozimento do outro lado. E isso, principalmente numa carne mais espessa, demorava uma eternidade”, explicou.

O pioneirismo, no entanto, sempre fez parte da história da loja. Na busca por atender aos pedidos o mais rápido possível, a saída foi investir em um aparelho diferenciado – que diminuiu pela metade o tempo de entrega -, algo ousado para a época, já que os equipamentos “oficiais” da franquia ainda não haviam chegado ao Brasil.

Mantendo o caráter inovador, a reforma da loja conta com novidades significativas, inclusive voltadas para o meio ambiente. O novo Méqui Silva Só conta com telhado verde e reaproveitamento de água dos ares-condicionados, além de uma composteira para reduzir ao máximo a produção de lixo do restaurante. Ainda, a nova unidade terá um espaço pet-friendly no novo salão recém-inaugurado.

McDia Feliz

Outro orgulho do empresário é o protagonismo no McDia Feliz em Porto Alegre. Ainda em 1994, Rocha foi um dos incentivadores para a aproximação com o Instituto do Câncer Infantil, ONG beneficiada pela ação. Somente nos últimos 5 anos, mais de R$ 250 mil vendidos em Big Macs foram revertidos em verbas para o Instituto e outros parceiros.

Conforme o proprietário do Méqui Silva Só, as três décadas de operação representam muito mais do que milhares de horas trabalhadas: são memórias construídas junto ao público. “As crianças que se divertiram há tempos no espaço que batizamos carinhosamente de brinquedão, na nossa unidade, hoje levam seus filhos para viverem a mesma experiência. Isso me faz ter certeza de que todo o trabalho valeu a pena e de que estamos no caminho certo”, emocionou-se Rocha.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Show Da Madrugada