Quinta-feira, 30 de maio de 2024

Quinta-feira, 30 de maio de 2024

Voltar Mantida a condenação de homem que enterrou cachorra viva no pátio de casa em Canoas

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul manteve a condenação de um homem que enterrou uma cachorra viva em Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre.

Segundo informações divulgadas na quarta-feira (10) pelo MP (Ministério Público), que denunciou o criminoso por maus-tratos contra animais, a Corte chancelou a pena fixada pela Justiça em primeiro grau em três anos de prisão.

O crime ocorreu em 2022. O animal foi encontrado pela Brigada Militar enterrado na casa do criminoso, no bairro Guajuviras, em um terreno úmido, embaixo de um pedaço de lata e com uma ferida aberta no pescoço. O ferimento foi causado por uma corda que o homem usou para tentar enforcar a cachorra.

Após intensos cuidados veterinários, o animal sobreviveu, foi adotado por um dos policiais militares responsáveis pelo resgate e batizado de Hope (esperança, em português).

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Show da Tarde