Domingo, 23 de junho de 2024

Domingo, 23 de junho de 2024

Voltar Maior fábrica de carros elétricos da América Latina será instalada no Brasil pela BYD

A líder global em tecnologia verde BYD irá instalar a sua quarta fábrica em solo brasileiro, com previsão de início de atuação até o começo de 2025. No Brasil, a marca é comercializada pelo Grupo Iesa, que comemora a aceitação do consumidor em relação a estes automóveis elétricos.

Em evento na sede de Porto Alegre, na última quarta-feira (13), a BYD divulgou números sobre a sua atuação. Em 2022, a marca vendeu 1,86 milhão de unidades de veículos eletrificados, tornando-se a maior companhia do ramo no mundo. Além disso, dos 600 mil funcionários da empresa, 800 estão nas plantas brasileiras, número que deve crescer ainda mais com a chegada da nova fábrica.

“Estamos positivamente surpresos com a marca BYD. Em dezembro nós passaríamos de 200 unidades vendidas, se tívessemos o produto suficiente no chão para entregar”, comentou o diretor Comercial do Grupo Iesa, Ambrósio Pesce. Segundo ele, a venda de carros da BYD proporciosa à Iesa um cenário diferente. “Queremos muito que todos os gaúchos possam compartilhar deste momento distinto”, afirmou.

O novo complexo fabril estará localizado em Camaçari, na Bahia, nas instalações da antiga fábrica da Ford. Segundo o grupo, a produção nacional deve permitir preços mais competitivos no mercado. Serão investidos R$ 3 bilhões para instalar três linhas de produção diferentes dentro do complexo, gerando aproximadamente 5 mil empregos.

Stella Li, vice-presidente da BYD, disse estar muito satisfeita em ver os clientes dirigindo carros elétricos e se apaixonando por esta tecnologia. “Estamos muito felizes porque estamos construindo os nossos sonhos, como no nosso nome: BYD que dizer ‘building your dreams’”, explicou. A executiva destacou também o compromisso da marca com a sustentabilidade e o meio ambiente.

A BYD chegou ao Brasil em 2015, quando inaugurou sua primeira fábrica de montagem de chassis de ônibus 100% elétricos, em Campinas (SP). Em 2017, abriu uma segunda fábrica, também em Campinas, para a produção de módulos fotovoltaicos. Para abastecer a frota de ônibus elétricos, a empresa iniciou, em 2020, a operação de sua terceira fábrica no Brasil, no Polo Industrial de Manaus, dedicada à produção de baterias de fosfato de ferro-lítio.

O presidente da BYD no Brasil, Tyler Li, destacou a visão da marca, que é ajudar na redução da temperatura da Terra em 1°C através de painéis solares para captação de energia, baterias para armazenamento de energia e veículos elétricos que não poluem. “Estamos investindo muito no Brasil, e a ideia é investir ainda mais”, contou.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Show Da Manhã