Quarta-feira, 29 de maio de 2024

Quarta-feira, 29 de maio de 2024

Voltar Inter, São Paulo e Botafogo têm os elencos com mais atletas nascidos fora do País

Inter, São Paulo e Botafogo contam com os elencos mais globalizados do Brasileirão, com nove atletas nascidos fora do País em cada clube.

O Colorado trouxe o equatoriano Enner Valencia e o uruguaio Sergio Rochet na última janela de transferência. Além deles, conta também com Mercado e Bustos (Argentina); De Pena (Uruguai), Nicolás Hernández (Colômbia), Aránguiz (Chile) – além de Johnny (Estados Unidos) e Wanderson (Bélgica), que também nasceram fora do País, mas que possuem a cidadania brasileira.

O time gaúcho, inclusive, bateu recorde de gringos utilizados em um jogo do Brasileirão, ao entrar com sete jogadores estrangeiros no time titular, no empate em 0 a 0 com o Bragantino, pela 16ª rodada. Por conta da dupla-nacionalidade, Johnny e Wanderson, também titulares, não fizeram o Colorado ultrapassar o limite de gringos.

Já o São Paulo trouxe o colombiano James Rodríguez na última janela. Ele se junta a Arboleda e Jhegson Méndez (Equador); Gabi Neves e Michel Araújo (Uruguai); Calleri, Galoppo e Alan Franco (Argentina); e Ferraresi (Venezuela).

Já o Botafogo, líder do Campeonato Brasileiro, contratou mais dois uruguaios para o elenco: Mateo Ponte e, por último, Valentín Adamo. O elenco alvinegro também tem: Gatito Fernández e Matías Segovia (Paraguai); Víctor Cuesta e Di Placido (Argentina), Luis Segovia (Equador); Diego Hernández (Uruguai) e Jacob Montes (Estados Unidos).

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Show Da Manhã