Segunda-feira, 24 de junho de 2024

Segunda-feira, 24 de junho de 2024

Voltar Grêmio busca acerto com Renato Portaluppi uma semana após o fim do Brasileiro

Já se passou mais de uma semana desde o encerramento do Campeonato Brasileiro, e o Grêmio ainda não chegou a uma decisão definitiva sobre a permanência do técnico Renato Portaluppi em 2024.

As negociações estão em um impasse, envolvendo questões financeiras e a avaliação do Tricolor sobre a viabilidade de investimentos para o próximo ano. O clube está ansioso por uma resolução rápida, visando destravar outras oportunidades de negócio.

Desfrutando de suas férias no Rio de Janeiro, o treinador transferiu a condução das negociações para o empresário Gerson Oldenburg, o qual tem mantido diálogos frequentes com a diretoria do Grêmio. Atualmente, a perspectiva é de que possam alcançar um entendimento, mas fontes vinculadas ao clube não asseguram a continuidade do processo.

Com o contrato prestes a se encerrar no final de dezembro, Renato Portaluppi solicitou um salário que ultrapassa a faixa pretendida pelo Grêmio para a próxima temporada, conforme informações de fontes ligadas ao clube. A diretoria está em negociações contínuas na tentativa de persuadir o treinador a aceitar um aumento inferior ao inicialmente proposto.

No entanto, até o momento, nenhum dos lados demonstrou disposição para ceder. O técnico ainda não concordou em reduzir suas exigências salariais, e o clube, por sua vez, não aceitou pagar o montante solicitado. Diante dessa falta de acordo, o impasse persiste.

Outro elemento que influencia a decisão do treinador em permanecer em Porto Alegre em 2024 é a capacidade de investimento do Grêmio durante a janela de transferências. O técnico busca formar um elenco competitivo para a disputa da Libertadores, e a abordagem do clube no mercado pode desempenhar um papel crucial na tomada de decisão.

No final de novembro, o Conselho Deliberativo do Grêmio aprovou o aumento na folha salarial para R$ 14 milhões, buscando não se distanciar significativamente desse valor. Em 2023, a folha variou entre R$ 10,5 e R$ 11 milhões.

A negociação com Renato Portaluppi é a principal prioridade do departamento de futebol, e a direção pretende resolver essa questão o mais rápido possível para avançar na formação do elenco. Alguns diagnósticos já foram realizados, com foco nas posições de atacantes e zagueiros.

Contudo, para dar continuidade a esse planejamento, é essencial saber quem estará à beira do gramado no próximo ano. O sólido relacionamento e a idolatria por Renato jogam a favor na busca por um acordo.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: