Domingo, 23 de junho de 2024

Domingo, 23 de junho de 2024

Voltar Futebol: Inglaterra, Escócia, Egito, Sérvia e Turquia têm clássicos marcado por muita rivalidade e alguns episódios de violência

A notícia de que Aldosivi e Alvarado voltarão a se enfrentar após 27 anos movimentou torcedores sul-americanos. O “clássico proibido” de Mar del Plata foi evitado por anos pelas autoridades do país, que temiam os riscos de violência entre os torcedores das duas equipes. Em março, a partida voltará a acontecer pela segunda divisão nacional da Argentina, reativando de vez uma das grandes rivalidades do futebol.

A partida acontece seis anos depois do histórico Boca Juniors x River Plate pela final da Libertadores de 2018, marcado por episódios de violência e decidido na Espanha. Além das rivalidades na Argentina, confira outros clássicos de alta tensão e periculosidade no futebol mundial:

Inglaterra

West Ham x Milwall  – Você provavelmente conhece esta rivalidade pelo filme Hooligans (2005) ou Green Street (no inglês), estrelado por Elijah Wood e Charlie Hunnam. O retrato do longa é de uma história de ódio mútuo pesada, tanto pelos jogos quanto por brigas famosas fora do estádio, principalmente nos anos 1970 e 1980, auge do movimento hooligan. O último grande confronto entre as torcidas foi num jogo da Copa da Liga Inglesa, em 2009, nos arredores e no interior do Upton Park, antiga casa do West Ham. A confusão terminou com 20 feridos, incluindo um torcedor dos Hammers esfaqueado.

Turquia

Fenerbahce x Galatasaray – Ocupantes dos lados asiático e europeu de Istambul, Feberbahce e Galatasaray, respectivamente, fazem o clássico denominado Intercontinental. Desde o primeiro jogo, em 1909, a lista de confusões envolvendo o confronto é longa, de brigas e invasões de campo a provocações e objetos atirados das arquibancadas. Um torcedor do Fener foi esfaqueado até a morte por rivais do Gala no episódio mais chocante dos anos recentes do clássico, em 2013.

Grécia

Panathinaikos x Olympiacos – O “Clássico dos Eternos Inimigos” dispensa muitas apresentações. Presente em todas as listas de grandes clássicos do mundo, o choque entre as equipes de Atenas (Panathinaikos) e da cidade vizinha de Pireu (Olympiacos) evoca sentimentos de diferenças sociais e culturais. Nas primeiras décadas de rivalidade, a torcida do Panathinaikos era mais ligada à aristrocracia e às elites gregas, enquanto a do Olympiacos tinha origens na classe trabalhadora. Em 2015, o gramado do Apóstolos Nikolaídis virou cenário de guerra após invasão de campo de torcedores do Panathinaikos, time da casa, que entraram em confronto com a polícia.

Escócia

Celtics x Rangers – Um dos clássicos mais antigos e importantes da história do futebol, o clássico Old Firm tem raízes profundas na cultura, na história e na sociedade da Escócia. Os Celtics (53 vezes campeões) representam uma parcela mais irlandesa, socialista e católica da cidade de Glasgow, enquanto os Rangers (55 títulos), que já até faliram e recomeçaram da última divisão, são uma torcida mais conservadora e protestante. Em 2011, confusões dentro de campo terminaram com 34 torcedores presos após uma partida entre as equipes.

Egito

Al Ahly x Zamalek – A grande rivalidade do clássico de Cairo, entre Al Ahly e Zamalerk é uma das mais tensas do futebol do Egito, que passou por tragédias e episódios violentos nos últimos anos. Maiores campeões nacionais e continentais, episódios de violência têm marcado as duas equipes. Na tragédia de Port Said, em jogo entra Al-Ahly e Al-Masry, 74 torcedores morreram após uma invasão de campo.

Sérvia

Estrela Vermelha x Partizan – O “Clássico Eterno” é outro cujo nome explica muito a tensão envolvida. Estrela Vermelha e Partizan, de Belgrado, são os dois clubes mais populares da Sérvia. Com origens na antiga Iugoslávia pós-Segunda Guerra, as equipes costumam protagonizar bonitas festas nas arquibancadas, mas por vezes acabam envolvidas em episódio de violência. Num dos mais recentes deles, em 2015, 41 torcedores foram presos e 35 policiais terminaram feridos após pancadaria e cenas sangrentas durante um clássico entre as duas equipes.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Show Da Manhã