Domingo, 22 de maio de 2022

Domingo, 22 de maio de 2022

Voltar Fora da Champions, Cristiano Ronaldo e restante do elenco do Manchester United sofrem redução salarial

A goleada de 4 a 0 sofrida para o Brighton, neste sábado, pôs fim às esperanças do Manchester United em ir para a Champions League na próxima temporada. Para além do fracasso no lado esportivo, a não classificação trará consequências econômicas para o clube e também para o elenco “red devil”.

De acordo com o jornal “Daily Mail”, da Inglaterra, os jogadores vão sofrer uma redução salarial de até 25% sobre o que ganharam nesta temporada. Esta é uma medida adotada pelo Manchester United para proteger a economia do clube da queda de receita proveniente de premiações.

Entre eles, o maior corte seria o de Cristiano Ronaldo, que hoje recebe 385 mil libras por semana e passaria a receber 288 mil. Segundo maior salário do elenco, David de Gea passaria de receber 375 mil libras semanais para receber ao redor de 281 mil.

Com 58 pontos e na sexta posição, o Manchester United não consegue mais alcançar o Arsenal (63), atual quarto colocado. Os Red Devils têm apenas mais um compromisso na temporada, diante do Crystal Palace, no dia 22 de maio.

Com o Manchester fora da próxima edição da competição, o principal torneio de clubes pode não ter Cristiano Ronaldo.

A última vez que a Champions foi disputada sem a presença de Cristiano Ronaldo foi na edição 2002-03. Na ocasião, ele ainda era um jovem promissor do Sporting. Desde então, virou um sinônimo do torneio ao lado de Lionel Messi.

CR7 só jogará a próxima Liga dos Campeões se deixar o United, com quem tem contrato até junho de 2023. De acordo com a imprensa britânica, o clube não pretende dificultar caso apareça um interessado. O Paris Saint-Germain e o Real Madrid já foram apontados como possíveis interessados em contar com ele.

Apoio

O ex-jogador David Beckham apoiou a permanência de Cristiano Ronaldo no Manchester United nesta temporada.

Falando à Sky Sports sobre a perspectiva de Ronaldo ficar em Old Trafford, Beckham disse: “Obviamente, Cristiano é um dos melhores jogadores dos últimos 15 anos com Leo [Messi]. torcedores e importantes para ele. Sabemos o quanto o United significa para ele. E ele ainda está fazendo o que faz de melhor. Marcando gols e criando, e é isso que Cristiano faz. Mesmo na idade dele, estar fazendo o que está fazendo é incrível. Espero que continue e espero que ele fique por mais um ano ou dois”, contou.

Beckham também elogiou os torcedores do Manchester United por sua lealdade durante uma temporada difícil para o clube.

Os Red Devils estão tropeçando no final da campanha sob o comando do técnico interino Ralf Rangnick, perdendo três das últimas cinco partidas, incluindo a goleada de 4 a 0 de sábado para o Brighton.

“Há mudanças a serem feitas e mudanças que estão acontecendo”, disse Beckham, que fez 394 jogos pelo clube entre 1992 e 2003.

“É um final difícil para a temporada, mas é o final da temporada e tenho certeza que muitos fãs estão agradecidos por isso, porque foi difícil, cheio de altos e baixos. Os jogadores fizeram o que podem fazer de melhor e o treinador também. Mas você ainda aparece no estádio. Eu estava lá alguns meses atrás e todos os lugares estavam ocupados. Os torcedores ainda acreditam e apoiam e sempre vão apoiar o time, porque é isso que os torcedores do United fazem. Não há muitos times que passaram pelo que o United passou nos últimos anos e ainda estão lotando seu estádio. Então isso diz muito sobre os fãs e no que eles acreditam”.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Aposta única fatura R$ 4,4 milhões na Mega-Sena. Próximo sorteio será nesta quarta
Aleksandro, Marília Mendonça, Cristiano Araújo: acidentes fatais marcam música sertaneja
Deixe seu comentário

No Ar: Embalos & Loterias