Sexta-feira, 24 de maio de 2024

Sexta-feira, 24 de maio de 2024

Voltar Flávio Bolsonaro elogia o novo programa do governo Lula Celular Seguro: “Iniciativa inteligente”

O senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), filho do ex-presidente Jair Bolsonaro, elogiou projeto do governo Celular Seguro, lançado na última terça-feira (19) com a promessa de barrar de forma rápida o acesso de criminosos a aparelhos roubados. Em entrevista ao portal Metrópoles, o parlamentar avaliou a iniciativa como “inteligente” e afirmou esperar que “surta efeito”.

“É uma iniciativa inteligente para tentar reduzir uma prática que aterroriza a população. Espero que surta efeito. Dez dias antes de o Cappelli fazer o anúncio, eu havia protocolado um projeto de lei no Senado com o mesmo objetivo, para que a autoridade policial comunique à Anatel os casos de roubos e furtos para agilizar o bloqueio”, disse Flávio.

O aplicativo (para Android e iOS), que já está disponível, funciona como uma espécie de “botão de segurança” para os casos de roubos ou furtos. Será possível incluir “pessoas de confiança” para pedir o bloqueio do aparelho roubado, em nome da vítima. O cadastro dessa pessoa pode ser revogado pelo usuário. Após registrar a ocorrência no site, é preciso guardar o número do protocolo. E é importante também registrar boletim de ocorrência na delegacia.

“É um botão de emergência, para que a pessoa rapidamente aperte e que possa reorganizar a sua vida com mais calma e sem ter a preocupação de ter de fazer 300 ligações para bloquear uma série de canais que a exponham a golpes”, explicou o secretário-executivo do Ministério de Justiça e Segurança Pública (MJSP), Ricardo Cappelli.

Cadastros

O projeto Celular Seguro já ultrapassou a marca de 500 mil cadastros de usuários. O acesso é realizado por meio do gov.br. Até as 15h dessa sexta-feira (22), 362.821 celulares haviam sido registrados via site ou aplicativo, disponível na Play Store (Android) e na App Store (iOS).

A ferramenta já recebeu 2.544 alertas de usuários referentes a perda, roubo ou furto de aparelhos. Usuários do sistema operacional Android, da Google, haviam efetuado 465.150 downloads do aplicativo até quinta (21). O app também está disponível no sistema iOS, que já contabiliza 194 mil downloads.

Cada pessoa cadastrada no Celular Seguro poderá indicar pessoas da sua confiança, que estarão autorizadas a efetuar os bloqueios, caso o titular tenha o celular roubado, furtado ou extraviado.

Também é possível que a própria vítima bloqueie o aparelho acessando o site por um computador. Não há a opção de bloqueio temporário. Caso o aparelho seja recuperado, o usuário terá que entrar em contato com a operadora de telefonia e com os demais parceiros do Projeto Celular Seguro, como bancos e aplicativos, para reativar seus acessos.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Show da Tarde