Quinta-feira, 18 de julho de 2024

Quinta-feira, 18 de julho de 2024

Voltar Ex-deputado Daniel Silveira é indiciado por romper tornozeleira eletrônica em busca de escuta

O ex-deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ) foi indiciado pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) após romper a tornozeleira eletrônica em busca de um microfone. Ele vai responder pelo crime de dano, cuja pena é de 1 a 6 meses de detenção.

Silveira alegava que o equipamento teria uma escuta para gravar as suas conversas. A tornozeleira foi avaliada pelos peritos do Instituto de Criminalística da PCDF, que não encontrou escuta e comprovou que a alegação era falsa. O laudo foi acrescentado ao inquérito naDelegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco).

O ex-parlamentar foi condenado a 8 anos e 9 meses de prisão por ameaçar ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e estimular atos antidemocráticos. Neste ano, ele foi preso por desrespeitar medidas cautelares da Corte, um dia após perder o foro por prerrogativa de função.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Show Da Manhã