Quinta-feira, 30 de maio de 2024

Quinta-feira, 30 de maio de 2024

Voltar Ex-deputado Arthur do Val “Mamãe Falei” leva soco em protesto contra violência policial

O ex-deputado estadual (SP) Arthur do Val levou um soco de um manifestante na noite de quinta-feira (3), no Centro de São Paulo. Conhecido como “Mamãe Falei”, ele foi a um protesto contra a violência policial no Guarujá (litoral paulista), com a alegação de que iria questionar os participantes sobre o motivo pelo qual estariam “se comovendo com bandidos”.

Val foi recebido com gritos de “estuprador”, em referência ao episódio no qual viajou para a Ucrânia em meio à guerra e gravou áudio dizendo que as ucranianas são “fáceis, porque são pobres”. Os manifestantes gritaram, em coro, que o ex-deputado seria um abusador de mulheres. Um deles diz que Do Val usou dinheiro público na excursão, o que ele nega.

Depois, um dos manifestantes se aproxima do ex-deputado e dá um murro no rosto dele.

“Nem doeu, velho. Esse é o máximo que você consegue, irmão?”, afirmou o youtuber e membro do Movimento Brasil Livre (MBL).

Do Val publicou em suas redes sociais um vídeo que mostra o momento do soco. Na legenda, ele escreveu: “Registro da manifestação ‘pacífica’ que fui hoje com Amanda Vettorazzo”.

Arthur do Val disse que registrou boletim de ocorrência e que vai processar o homem que desferiu o soco por agressão.

“Fui lá fazer perguntas, saber por que são contrários à polícia. Eu sou a favor da polícia. Essa turma, que se diz pacífica, não soube responder e partiu para a agressão. Infelizmente, alguns veículos da imprensa estão relativizando a agressão dizendo que eu fui fazer provocação”, disse o ex-deputado.

“Mamãe Apanhei”

O vídeo do ex-deputado, conhecido como “Mamãe Falei”, levando um soco na cara, viralizou nas redes sociais nessa sexta-feira (4).

“Mamãe Falei agora é Mamãe Apanhei”, dizem diversos perfis no Twitter ironizando a confusão. A “nova” alcunha de Arthur do Val esteve dentre os assuntos mais comentados na rede social, assim como a expressão “Faz o F”, em referência aos jogos virtuais em que a tecla F é um atalho prestar condolências aos personagens mortos ou quando os jogadores recebem “game over”, e ao “Faz o L”, utilizado durante a campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O militante bolsonarista também foi ao Twitter protestar contra o perfil de notícias Choquei. Em resposta, ele escreveu que o canal está de “parabéns” por “relativizar agressão”. Em contrarresposta, a página se limitou a dizer: “Mamãe Apanhei”.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Show da Tarde