Terça-feira, 23 de julho de 2024

Terça-feira, 23 de julho de 2024

Voltar Estiagem impacta venda de peixe durante a Semana Santa no Rio Grande do Sul

Esta deve ser a Semana Santa em que o Rio Grande do Sul comercializará o menor volume de pescado nos últimos dez anos. Com redução na oferta devido ao terceiro verão de estiagem, a Emater/RS-Ascar projeta que 2,49 mil toneladas sejam comercializadas até a próxima sexta-feira (07).

A quantidade é 24,25% menor que as 3,34 mil toneladas vendidas no mesmo período do ano passado, totalizando 843.646 quilos a menos que no ano anterior. Apesar disso, recuo ainda é 9,16 pontos menor que o de 33,41% nas vendas de 2022 em comparação às de 2021, que somaram mais de 5 mil toneladas.

No entanto, não suficiente para segurar um consumo 9,78% inferior ao de 2013, quando o RS comercializou 2,76 mil toneladas de peixes, o menor volume da última década.

A projeção de queda nas vendas ocorre mesmo frente à redução no preço médio do produto ao consumidor, de R$ 21,16 /kg em 2022 para R$ 19,49 em 2023. Com isso, a Emater/RS-Ascar projeta que as vendas fiquem em R$ 53,5 milhões, 24,31% a menos que no ano passado, com um valor total de R$ 70,7 milhões.

As informações provêm de 407 escritórios da Emater/RS-Ascar e contemplam feiras urbanas, rurais e vendas em pesque-pague. Os dados também provêm da pesca de captura realizada em residências de pescadores, de locais de comercialização na beira da praia e na beira dos rios. Consideram-se ainda as vendas realizadas por ambulantes e por outros locais, como peixarias e mercados.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Show Da Manhã