Sexta-feira, 20 de maio de 2022

Sexta-feira, 20 de maio de 2022

Voltar Estados Unidos anunciam ajuda de mais de 1 bilhão de dólares à Ucrânia

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou nesta quinta-feira (21) um novo pacote de ajuda econômica e militar à Ucrânia no valor de US$ 1,3 bilhão (mais de R$ 6 bilhões). O objetivo é ajudar o país nos combates aos invasores russos, concentrados no leste ucraniano.

Biden prometeu tentar junto ao Congresso americano a criação de um fluxo contínuo de armas, munições e dinheiro para Kiev. O americano disse que a nova remessa de ajuda militar será enviada “diretamente às linhas de frente pela liberdade”.

“Putin aposta na nossa perda de interesse”, disse Biden, sobre o presidente russo. Segundo afirmou, o líder do Kremlin espera que “a unidade do Ocidente rache, e nós, mais uma vez, vamos provar a ele que está errado”.

O novo pacote de ajuda inclui o envio de: US$ 800 milhões em artilharia pesada, 144 mil cargas de munição, além de drones para reforçar os ucranianos nos combates na região de Donbass.

A nova remessa se soma a outros US$ 2,6 bilhões em ajuda militar à Ucrânia já aprovada por Biden.

Washington ainda enviará US$ 500 milhões em ajuda econômica direta à Ucrânia, destinados ao pagamento dos salários dos funcionários do governo, da previdência social e outros programas. Desde o início da invasão russa, os EUA já enviaram US$ 1 bilhão em ajuda econômica a Kiev.

De modo geral, Biden disse que os US$ 6,5 bilhões em assistência de segurança que o Congresso americano aprovou no mês passado – como parte de um pacote de US$ 13,6 bilhões em ajuda militar desde o início da guerra – poderá se esgotar em breve.

Com o último anúncio, o presidente americano já aprovou, no total, o envio de US$ 3,4 bilhões em assistência militar desde o início da invasão russa, em 24 de fevereiro.

As verbas aprovadas pelo Congresso também incluem em torno de US$ 6,8 bilhões em ajuda econômica direta para refugiados e para os aliados na região impactados pela guerra, além de fundos adicionais para as agências governamentais dos EUA que colocam em prática as sanções contra Moscou e outras que trabalham na proteção contra crimes cibernéticos.

“Na próxima semana, vou eu vou enviar para o Congresso um pedido de orçamento complementar para o envio ininterrupto de armas e munições”, disse o líder americano.

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, expressou gratidão a Biden, mas disse que seu país necessita de em torno de US$ 7 bilhões por mês para compensar as perdas econômicas.

Com dezenas de milhares de edifícios destruídos e infraestruturas essenciais em ruínas, “precisaremos de centenas de bilhões de dólares para a reconstrução”, disse Zelensky, ao participar virtualmente de uma reunião do Banco Mundial em Washington.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Países do G20 concordam em estabelecer um fundo global para enfrentamento de pandemias
Vladimir Putin diz ter capturado a cidade de Mariupol e desistido de atacar esconderijo ucraniano
Deixe seu comentário

No Ar: Show Da Manhã