Quinta-feira, 30 de maio de 2024

Quinta-feira, 30 de maio de 2024

Voltar Em Pernambuco, Anderson pode ir com Marília para o 2º turno

Levantamento da Potencial Inteligência para o site Diário do Poder revela que a disputa pelo governo do estado de Pernambuco pode levar Marília Arraes (Solidariedade) e Anderson Ferreira (PL) para o segundo turno. A candidata do Solidariedade tem 30,5% contra 16,3% do ex-prefeito de Jaboatão dos Guararapes. A candidata do PSDB, ex-prefeita Raquel Lyra (PSDB) tem 12,9%, Danilo Cabral (PSB), que é o candidato do atual governo socialista pernambucano é o quarto colocado com 10,2%.

Atrás

Filho do senador Fernando Bezerra Coelho, Miguel Coelho (UB) está quase empatado com Cabral com 10,1%, diz a Potencial.

Espontâneo

No cenário espontâneo, onde os nomes dos candidatos são omitidos, Marília tem 22,2% e Anderson Ferreira, 11,5%.

Cenário nacional

A Potencial aponta que Lula tem 51,6% da preferência em Pernambuco. Bolsonaro, que apoia Anderson, aparece com 27,6% (BR-01543/2022).

Dados

A Potencial Inteligência ouviu mil eleitores pernambucanos entre 22 e 27 de setembro, em 68 municípios. Registro no TSE: nº PE- 00897/2022.

Proibir prisão de eleitor é apenas pura hipocrisia

É um elogio à hipocrisia a lei que veda a prisão de qualquer eleitor desde ontem, dia 27. É como se fosse mais importante o “direito de votar” do que punir crimes. Além disso, no Brasil, ao contrário de qualquer país democrático, presos “provisórios” são autorizados a votar na cadeia.” Dois terços da população carcerária brasileira são constituídos de “presos provisórios”. Somente aqueles que cumprem pena em regime fechado, após sentença transitada em julgado, é que não podem votar.

Mão cabeça

A permissão para que presos provisórios votem revela o tratamento condescendente da legislação àqueles que cometem crimes no Brasil.

Regra e soltar

Ademais, quando não são liberados já na delegacia, as audiências de custódia se encarregam de soltar até presos em flagrante.

Aptos para votar

Qualquer eleitor eventualmente preso nos dias que precedem a eleição seria considerado “provisório”, portanto, apto para votar.

Pesos e medidas

O TSE que proibiu “lives” Bolsonaro em sua casa, o Palácio Alvorada, é o mesmo que, em 2014, rejeitou ação de Aécio Neves contra a petista Dilma, que participava de “live” no Facebook no mesmo local.

Veritá tem história

Chama-se Veritá Pesquisa o instituto que mais se aproximou do resultado real da votação de Jair Bolsonaro no primeiro turno, em 2018. Hoje, aponta que o presidente está à frente de Lula por 43,2% a 42,1%.

Jornalismo

Coube ao New York Times, de notórias ligações à esquerda nos EUA, e não aos jornalões brasileiros, que mico, publicar dura reportagem sobre as “táticas autoritárias” do STF contra Bolsonaro e bolsonaristas.

Cresceu

A pesquisa Ipec (ex-Ibope) divulgada no DF nesta terça (27), aponta que a ex-ministra Damares Alves (Rep) cresceu sete pontos em poucos dias e empata com Flávia Arruda (PL), que liderava desde agosto.

Motociata em Santos

O presidente Jair Bolsonaro visita nesta quarta Praia Grande, onde serão realizados motociata e comício de campanha. Santos (SP) está entre os 60 maiores municípios do País com mais de 430 mil habitantes.

Crise insustentável

A divisão sobre imigração nos EUA está fazendo estados que recebem ilegais envia-los aos estados que dizem defendê-los. Segundo Daniel Toledo, advogado especialista em imigração, os agentes de fronteira dos EUA “já atingiram um recorde de 2 milhões de prisões” apenas em 2022.

Cores do Brasil

A vitória da Seleção no último jogo antes da Copa do Mundo animou até torcedores que se recusam a vestir a camisa canarinha. Essa gente não se lembra que, até a Copa, a eleição presidencial já terá acabado.

Exceções

Na última semana da disputa eleitoral, o tema eleições continua de fora dos termos mais pesquisados na internet, segundo a ferramenta Google Trends. As exceções foram o cochicho de Ciro Gomes com Bolsonaro e a ordem do TSE para fechar clubes de tiro por conta das… eleições.

Pensando bem…

…estamos a cinco dias de mais uma eleição e de institutos de pesquisa que passarão vexame.

PODER SEM PUDOR

Gado vacum, só um

Os adversários de Benedicto Valadares, em Minas Geraus, eram cruéis e implacáveis, criando variadas versões sobre sua suposta “burrice”. Terminaram construindo estrofes de indiscutível mau gosto, mas de muito efeito político: “O Brasil tem muitos muares, /E muito gado vacum. /Mas Benedicto Valladares /Só tem um.”

(Com a colaboração de André Brito e Tiago Vasconcelos)

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Show da Tarde