Sexta-feira, 24 de maio de 2024

Sexta-feira, 24 de maio de 2024

Voltar Dmae e CEEE Equatorial discutem medidas para evitar desabastecimento de água quando falta luz em Porto Alegre

Integrantes da direção do Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae) de Porto Alegre se reuniram nessa sexta-feira (5) com a equipe técnica da CEEE Equatorial para alinhar medidas destinadas a reduzir a ocorrência de desabastecimento em situações envolvendo queda de luz. Uma das principais demandas do órgão da capital gaúcha é por maior agilidade na reação da concessionária.

“Não podemos mais ter episódios como o da última quarta-feira [3], quando faltou energia elétrica em uma estação de bombeamento de águas pluviais e a Equatorial demorou de duas a três horas para iniciar o atendimento após abertura de protocolo”, ressaltou durante o encontro o diretor-geral do Dmae, Maurício Loss.

Ele entregou um ofício solicitando compartilhamento físico da nova Estação Transformadora de Energia Elétrica da Equatorial. A unidade está localizada na área da futura Estação de Tratamento de Água (ETA) da Ponta do Arado, à margem do Guaíba no bairro Belém Novo, Extrema Zona Sul da cidade.

De acordo com Loss, a ideia é contar com o auxílio de três unidades do Dmae na área – duas já existentes e uma em fase de implantação. Com isso, poderiam ser reduzidos os transtornos associados à falta de energia na ETA de Belém Novo, responsável pelo abastecimento de 14 bairros da Zona Sul e que em dezembro passado chegou a ter equipamentos danificados por causa da instabilidade elétrica.

Outra reivindicação do Departamento se refere ao acesso a monitores de tensão das redes da Equatorial, permitindo o acompanhamento dos picos de energia. A finalidade também é evitar danos a equipamentos e outros problemas.

Resposta

Por parte da CEEE Equatorial, ficou definido que serão avaliadas as unidades do Dmae que não possuem rede de dupla alimentação, a fim de verificar a viabilidade técnica de instalação desse tipo de sistema. A medida permite o fornecimento de energia por uma linha secundária em caso de falta de luz.

A concessionária também acertou com o órgão municipal como será realizada a comunicação entre os seus respectivos centros de controle operacional, para agilizar os atendimentos às unidades consumidoras de água.

Participaram das tratativas diretores e técnicos do Dmae, gerentes e superintendentes da CEEE Equatorial. Também esteve presente o procurador municipal Jhony Prado,l representando a prefeitura de Porto Alegre.

(Marcello Campos)

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Show da Tarde