Segunda-feira, 22 de julho de 2024

Segunda-feira, 22 de julho de 2024

Voltar Condenado por matar a namorada, ex-atleta paralímpico Oscar Pistorius deixa a prisão na África do Sul

O ex-atleta paralímpico sul-africano Oscar Pistorius, condenado por matar a tiros a sua namorada, a modelo Reeva Steenkamp, deixou nesta sexta-feira (5) a prisão em Pretória, após permanecer quase nove anos detido. Pistorius ficará em liberdade condicional, segundo as autoridades da África do Sul.

Conhecido como “Blade Runner” por suas pernas de próteses de fibra de carbono, o ex-atleta de 37 anos cometeu o crime no Dia dos Namorados de 2013. Pistorius alegou que confundiu a jovem com um ladrão. Por esse motivo, ele teria atirado quatro vezes contra ela no banheiro da casa dele, em Pretoria.

Pistorius foi condenado a seis anos de reclusão por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. A promotoria que acompanhava o caso resolveu recorrer da decisão. O Supremo Tribunal de Apelações da África do Sul acatou o recurso, e a pena do ex-atleta foi aumentada para 13 anos e cinco meses de prisão.

A decisão de conceder liberdade condicional a Pistorius saiu no fim de 2023. A Justiça determinou que Pistorius continue fazendo terapia para controle da raiva, além de participar de sessões sobre violência de gênero. Um oficial também será responsável por monitorar o ex-atleta até o fim da pena, em 2029.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Show Da Madrugada