Quinta-feira, 30 de maio de 2024

Quinta-feira, 30 de maio de 2024

Voltar Como controlar a ansiedade: psicólogo dá 7 dicas valiosas

De acordo com a OMS, o Brasil tem uma das maiores taxas de prevalência de transtorno de ansiedade no mundo, com quase 10% da sua população sofrendo com o diagnóstico. Dificuldade para dormir, angústia, tristeza e incerteza são alguns dos sintomas provocados pela condição, que pode atrapalhar bastante a qualidade de vida das pessoas.

Para controlar a ansiedade no dia a dia, é possível adotar alguns hábitos, porém, Felipe Colombini, psicólogo e CEO da Equipe AT, faz um alerta: “Não devemos esquecer de que o apoio de profissionais da saúde mental é fundamental para um tratamento mais completo”.

Confira, a seguir, 7 dicas do especialista para recuperar o equilíbrio emocional:

Aprenda a lidar

É importante ter em mente que a ansiedade é um sentimento que faz parte da nossa vida desde os primórdios da humanidade, tendo uma ligação profunda com o nosso instinto de sobrevivência. Então, considerando que é algo natural, bem como a alegria e a tristeza, o melhor a se fazer é aprender a lidar com as sensações geradas por ela, quando aparecem.

“Pensar muito no problema pode ter o efeito contrário e deixar a pessoa ainda mais ansiosa”, diz o psicólogo. “O objetivo deve ser aceitar e entender quais situações te trazem esse sentimento e não tentar lutar contra ele a todo custo”, ressalta.

Pratique o autocuidado

De acordo com Colombini, o autocuidado é indispensável para que reconheçamos aquilo que gostamos e o que pode nos fazer mal, contribuindo para o nosso autoconhecimento e para que mudemos hábitos negativos.

“Praticar o autocuidado é importante, pois ajuda a construir uma rotina que traga equilíbrio e bem-estar”, destaca Colombini. “Para isso, é importante manter uma boa gestão do tempo, já que o sentimento de ansiedade muitas vezes está relacionado com uma sensação de perda de controle”, completa.

Mantenha hábitos saudáveis

“Muitos transtornos, incluindo a ansiedade, estão diretamente ligados a uma rotina pouco saudável, por isso, é essencial ter um sono de qualidade e fazer exercícios físicos, além de utilizar técnicas de respiração, relaxamento e meditação. Isso tudo para ajuda bastante a diminuir a ansiedade”, aconselha.

Pense nas suas metas em partes

Evite a autocobrança, pois ela representa um grande gatilho para a ansiedade. “Em vez de pensar em algo grandioso, é importante dividir as metas em pequenas etapas. Isso irá contribuir para manter a ansiedade sob controle”, conta.

“Isso torna os objetivos mais palpáveis, permitindo a autovalidação, importante sempre que forem concluídas casa uma dessas pequenas metas”, acrescenta o profissional.

Tenha um ambiente social enriquecido

Manter um círculo social saudável é essencial para controlar a ansiedade e viver melhor. Para Colombini, as relações de afeto e de suporte contribuem para que a pessoa não se sinta julgada.

Pratique a aceitação ativa

Os sentimentos negativos fazem parte da nossa vida, assim como os positivos. Por isso, não sinta culpa se você estiver enfrentando um dia difícil. “As emoções são indicadores da nossa mente para nós mesmos. Ou seja, não é necessário se livrar de sensações ruins, como a ansiedade, o importante é o que fazer com essas emoções”, diz o especialista.

Saiba a hora de procurar ajuda

Apesar da ansiedade ser um sentimento natural, é crucial ficar atento para quando ela se torna um problema de saúde, enfatiza Filipe Colombini. Portanto, em momentos de crise aguda, não hesite em buscar um apoio, especialmente de psiquiatras e psicólogos.

“Não existe receita mágica contra a ansiedade e que cada caso é único, por isso, a ajuda profissional é sempre recomendada”, finaliza.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Show da Tarde