Quinta-feira, 19 de maio de 2022

Quinta-feira, 19 de maio de 2022

Voltar Comissão vai analisar incorporação ao SUS de pílula da Pfizer usada no tratamento da covid

A Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec) analisará a incorporação do Paxlovid, conhecido como “pílula da Pfizer”, no tratamento do Sistema Único de Saúde (SUS) contra covid. O início da discussão sobre o tema está previsto na pauta do colegiado.

A Conitec é órgão responsável por indicar adoção de terapias na rede pública. Caso o medicamento seja aprovado pelo colegiado, ele ainda precisa ser submetido ao aval do Ministério da Saúde antes de ser disponibilizado no SUS.

O uso emergencial do Paxlovid foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no final de março. O medicamento é indicado para pacientes adultos que não apresentam necessidade de uso de oxigênio, mas que apresentam risco de evoluir para um quadro grave de covid.

Segundo a aprovação da Anvisa, o Paxlovid, que é um medicamento antiviral, pode ser comprado em farmácias mediante apresentação de receita médica e deve ser utilizado por, no máximo, cinco dias. A droga não é indicada para grávidas e pessoas com insuficiência renal.

Para decidir sobre a incorporação de um medicamento no SUS a Conitec leva em conta diversos aspectos, incluindo seu custo e efetividade no tratamento.

Até o momento, somente um medicamento foi incluído no SUS para tratamento de covid, o baricitinibe. A droga é indica para adultos internados que fazem uso de oxigênio por máscara ou por cateter nasal ou, ainda, de alto fluxo de oxigênio ou ventilação não invasiva. O medicamento havia sido aprovado pela Anvisa na mesma semana.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

É raro o risco de inflamações no coração após vacinação contra covid
“É preciso despolemizar o tema do fim da pandemia”, diz novo presidente do Conass
Deixe seu comentário

No Ar: SHOW DA TARDE