Sexta-feira, 14 de junho de 2024

Sexta-feira, 14 de junho de 2024

Voltar Céline Dion fala sobre doença rara: “Como se alguém estivesse te estrangulando”

A cantora Céline Dion afirmou que sente como se estivesse sendo estrangulada por alguém quando tentar cantar. A canadense é portadora da Síndrome da Pessoa Rígida, o que a afastou dos palcos.

Em entrevista ao programa Today Show, a voz de “My Heart Will Go On” revelou que os espasmos provocados pela doença a impedem de mudar de tom e controlar sua voz enquanto canta.

“É como se alguém estivesse te estrangulando, é como se alguém empurrasse suas cordas vocais. Você fica falando assim [imitando voz fina] e não pode subiu ou descer o tom. Vira um espasmo”, declarou a cantora.

Uma prévia da entrevista com a apresentadora Hoda Kotb foi ao ar na edição de sexta-feira (07) do programa da emissora norte-americana NBC. O material será exibido na íntegra na terça-feira (11).

Na conversa, Céline contou que começou a sentir os efeitos da Síndrome da Pessoa Rígida na garganta, mas os sintomas logo se espalharam pelo corpo. A doença neurológica afeta o sistema nervoso central, principalmente o cérebro e a medula espinhal, causando espasmos musculares, que foram tão fortes em Céline que ela chegou a quebrar costelas.

“Isso começou aqui [aponta para a garganta], mas também pode ser no abdômen, na espinha, nas costelas”, disse.

A cantora falará mais sobre a jornada no tratamento da doença e do afastamento dos palcos no documentário “Eu Sou: Celine Dion”, dirigido por Irene Taylor e distribuído pelo Prime Video. O filme estreia no dia 25 de junho.

Veja abaixo a prévia da entrevista de Céline Dion ao Today Show:

 

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Embalos & Loterias