Quinta-feira, 26 de maio de 2022

Quinta-feira, 26 de maio de 2022

Voltar Brasileiro deixa a chefia de arbitragem da Conmebol

O brasileiro Wilson Seneme deixou a chefia da comissão de arbitragem da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) após seis anos no cargo. Segundo a entidade, o pedido foi feito pelo ex-árbitro, que alegou razões pessoais.

O seu substituto é o paraguaio Enrique Cáceres, que já trabalhava na Conmebol como gerente técnico do VAR.

Cáceres tem 47 anos e apitou duas finais de Libertadores, as de 2016 e 2017, entre Atlético Nacional, da Colômbia, e Independiente del Valle, do Equador; e Grêmio e Lanus, da Argentina, respectivamente.

Ele também apitou dois jogos no Copa do Mundo da Rússia e o final da Copa sub-17, em 2019.

A Conmebol agradeceu a Semene os anos de atuação na entidade e considerou o seu trabalho como “eficiente” e “irreprovável”.

Mexicanos de volta

Desde 2016 os clubes mexicanos não disputam a Conmebol Libertadores. Devido ao calendário apertado, a Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe (Concacaf) decidiu tirar seus representantes da principal competição sul-americana.

Mas ao que parece, os clubes do país da América do Norte podem voltar à disputa. Pelo menos esse é um desejo de Alejandro Dominguez, mandatário da entidade sul-americana, que abriu as portas para clubes mexicanos voltarem a disputar o torneio continental.

O dirigente mandou um vídeo para Jesús Martínez, atual presidente do Grupo Pachuca, convidando times como Pachuca e León para participarem da principal competição de clubes da América do Sul.

“Reitero minha participação para que você volte e, pelo menos, se anime, e jogue a Copa Libertadores. Assim como você fez no Sul-Americana você pode colocar uma de suas placas na Copa Libertadores. O México é um país tão apaixonado por futebol quanto as seleções sul-americanas, e depois de muitos terem disputado a Copa Libertadores, a Sul-Americana e a Copa América, de repente não ter o México… A rivalidade faz falta porque o México é paixão”, disse Domínguez.

Atualmente, o time chileno do Everton, que pertence ao Grupo Pachuca, está disputando a Copa Sul-Americana, onde integra o grupo do São Paulo.

Forasteiro campeão

Falando na competição, considerada a segunda em importância no continente, o Pachuca é o único clube mexicano que conseguiu conquistar um torneio organizado pela Conmebol ao vencer o Colo-Colo, do Chile, em 2006.

Nas fases anteriores, antes de chegar ao título, o clube convidado passou pelo Tolima da Colômbia, Lanús da Argentina e Athletico Paranaense.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Mais de 200 milhões de pessoas ainda não se vacinaram contra Covid nas Américas
Quadrilha gaúcha que ostentava vida de luxo tem integrantes presos em Santa Catarina e sofre bloqueio de quase 18 milhões de reais em bens
Deixe seu comentário

No Ar: