Quarta-feira, 17 de agosto de 2022

Quarta-feira, 17 de agosto de 2022

Voltar Brasil vence Paraguai por 2 a 0 e avança à final da Copa América Feminina

O Brasil está na final da Copa América Feminina. A classificação veio após vencer o Paraguai por 2 a 0, no Estádio Alfonso López, em Bucaramanga, na Colômbia, na noite desta terça-feira (26). A finalíssima será no sábado (30), às 21h, diante das anfitriãs da competição. Com a vitória, as brasileiras também conseguiram uma vaga nas Olimpíadas de Paris 2024.

Com gols de Ary Borges e Bia Zaneratto, as brasileiras também garantiram vaga na Copa do Mundo 2023, na Austrália e Nova Zelândia. Na outra semifinal, a Colômbia superou a Argentina por 1 a 0.

O Brasil, representante do Grupo A, segue 100% na Copa América, com o melhor ataque, 19 gols, e a melhor defesa, nenhum sofrido. Por outro lado, a Colômbia, remanescente do Grupo B, também chega à final com cinco vitórias em cinco jogos, mas com 11 de saldo – 14 gols marcados e três sofridos.

Bia Zaneratto, ainda alcançou a marca de 100 jogos com a amarelinha, marcou gol e, com 34, se consolidou como a quinta maior artilheira da seleção feminina. Antes, ela deu assistência para a companheira de Palmeiras Ary Borges marcar.

O jogo

Depois de um começo estudado, no qual o Paraguai levou perigo ao gol brasileiro, as redes finalmente balançaram aos 16 minutos. Adriana cruzou para a área e a bola sobrou nos pés de Bia Zaneratto, que ajeitou para Ary Borges finalizar sem chances para a goleira Alicia Bobadilla.

Aos 28, foi a vez da própria Imperatriz fazer o dela. Após Antônia pressionar na intermediária paraguaia, Debinha avançou, dividiu, e a bola sobrou nos pés de Zaneratto, que levou para a perna esquerda e chutou. 2 a 0 Brasil.

A seleção continuou pressionando, com boas chances, mas nenhuma chegada resultou em mais gols. Por outro lado, o Paraguai pouco tentou, fechou as portas e aceitou a superioridade das adversárias.

Ficha técnica

Brasil: Lorena; Antônia (Fê Palermo), Tainara, Rafaelle (Kathellen) e Tamires; Ary Borges (Duda Sampaio), Angelina, Adriana e Kerolin (Gabi Portilho); Bia Zaneratto e Debinha (Geyse). Técnica: Pia Sundhage.

Paraguai: Bobadilla, Ramona Martínez, María Martínez, Verónica Riveros (Lorena Alonso), Daysy Bareiro (Graciela Martínez); Fanny Godoy (Rosa Miño), Dulce Quintana, Jessica Martínez e Sandoval; Fany Gauto e Fernandez (Fatima Acosta). Técnico: Marcello Frigério.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Operação em ferros-velhos em Porto Alegre tem três suspeitos presos por receptação
Caixa credita mais de R$ 13 bilhões em lucros do FGTS
Deixe seu comentário

No Ar: Bom Dia Caiçara