Domingo, 22 de maio de 2022

Domingo, 22 de maio de 2022

Voltar Brasil registra média móvel de 93 mortes diárias por Covid, a menor desde dezembro

O Brasil registrou nesta quarta-feira (4) 51 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 663.816 desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias é de 93 – a menor marca registrada desde o dia 26 de dezembro de 2021 (quando estava em 92). Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -7%, indicando tendência de estabilidade nos óbitos decorrentes da doença.

Brasil, 4 de maio

  • Total de mortes: 663.816
  • Registro de mortes em 24 horas: 51
  • Média de mortes nos últimos 7 dias: 93 (variação em 14 dias: -7%)
  • Total de casos conhecidos confirmados: 30.499.177
  • Registro de casos conhecidos confirmados em 24 horas: 20.556
  • Média de novos casos nos últimos 7 dias: 14.855 (variação em 14 dias: +8%)

Acre, Amazonas, Ceará, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Sergipe e Tocantins não registraram morte por Covid em 24 horas. No Acre, também não houve qualquer registro de novo caso da doença no período.

O Estado do Espírito Santo não divulgou atualização dos números de casos e mortes por coronavírus até o fechamento deste boletim.

O País também registrou 20.556 novos diagnósticos de Covid-19 em 24 horas, completando 30.499.177 casos conhecidos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de casos nos últimos 7 dias foi de 14.855, variação de +8% em relação a duas semanas atrás.

Em seu pior momento, a média móvel superou a marca de 188 mil casos conhecidos diários, no dia 31 de janeiro deste ano.

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

Curva de mortes nos estados

  • Em alta (8 estados): MA, GO, TO, MS, PB, MT, RJ, PA
  • Em estabilidade (6 estados): SP, RR, PI, AP, CE, SC
  • Em queda (11 estados e o DF): AC, PE, AL, SE, MG, PR, DF, RO, BA, RN, RS, AM
  • Não divulgou (1 estado): ES

Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás.

Vacinação

Os dados do consórcio de veículos de imprensa desta quarta-feira (4) mostram que 164.428.786 brasileiros estão totalmente imunizados ao tomar a segunda dose ou a dose única de vacinas. Este número representa 76,54% da população total do País. A dose de reforço foi aplicada em 87.213.268 pessoas, o que corresponde a 40,6% da população.

A população com 5 anos de idade ou mais (ou seja, a população vacinável) que está parcialmente imunizada é de 88,6% e a população com 5 anos ou mais que está totalmente imunizada é de 82,15%. A dose de reforço foi aplicada em 53,91% da população com 18 anos de idade ou mais, faixa de idade que atualmente pode receber o reforço da vacinação.

No total, 11.869.249 doses foram aplicadas em crianças, que estão parcialmente imunizadas. Este número representa quase 57,9% da população nessa faixa de idade que tomou a primeira dose. Ainda nesta faixa, 5.635.776 estão totalmente imunizadas ao tomar a segunda dose de vacinas, o que corresponde a 27,49% da população deste grupo.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Conselho regulamenta telemedicina e médico poderá decidir se atenderá por computador ou pessoalmente
Vereadores aprovam lei que proíbe uso de linguagem neutra em escolas de Porto Alegre
Deixe seu comentário

No Ar: CLUBE DO OUVINTE