Quinta-feira, 30 de maio de 2024

Quinta-feira, 30 de maio de 2024

Voltar Brasil abre mais de 278 mil vagas de emprego com carteira assinada em agosto

O Brasil abriu 278.639 vagas formais de trabalho em agosto, segundo o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgado nesta quinta-feira (29) pelo Ministério do Trabalho e Previdência. O número é resultado de 2.051.800 de admissões e 1.773.161 de desligamentos.

O mercado esperava criação de 268,7 mil vagas formais no mês, conforme pesquisa da Reuters. Em julho, o mercado formal havia ganhado 221.345 novas vagas. O número foi revisado pela pasta, e apontava anteriormente para 218.902.

De janeiro a agosto, o saldo chegou a 1.853.298 postos gerados no ano, decorrente de 15.653.839 admissões e 13.800.541 desligamentos no período. Nos últimos 12 meses, o total de empregos gerados chega a 2.455.662 postos formais, disse o Ministério em nota.

Setor de serviços tem maior alta

O saldo positivo na geração de vagas formais foi registrado nas cinco atividades econômicas monitoradas pelo Ministério, com destaque para o setor de serviços, que registrou avanço de 141.113 novos postos em agosto.

Essas vagas ficam distribuídas, sobretudo, nas atividades de Informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas (+61.409 postos), diz a pasta em nota.

A indústria vem na sequência, com 52.760 novos postos no mês, concentrados na indústria de transformação (+48.931 postos). Outros destaques foram comércio (+41.886 postos), construção (+35.156 postos) e Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura (+7.724 postos).

Salário médio real tem 3º alta seguida

O salário médio real de admissão registrou avanço em agosto pelo terceiro mês consecutivo, “fruto do aquecimento do mercado de trabalho e do sucesso das políticas de controle da inflação do governo”, diz a pasta. O valor em agosto foi de R$ 1.949,84, acréscimo real de 1,52% me relação ao registrado em julho.

Todas as regiões tiveram saldo positivo

Todas as cindo regiões brasileiras registraram criação líquida de vagas em agosto:

• Sudeste (+137.759 postos, +0,63%);
• Nordeste (+66.009 postos, +0,96%);
• Sul (+35.032 postos, +0,44 %);
• Centro-Oeste (+21.515 postos, +0,58%);
• Norte (+18.171 postos, +0,90%).

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Show da Tarde