Quinta-feira, 26 de maio de 2022

Quinta-feira, 26 de maio de 2022

Voltar Bill Gates diz que Elon Musk poderia tornar o Twitter pior e questiona planos para a rede social

Bill Gates, fundador da Microsoft, disse nesta quarta-feira (4) que a compra do Twitter por Elon Musk pode piorar a plataforma e questionou o conceito de liberdade de expressão do novo dono da rede social.

“Ele realmente poderia torná-lo pior”, disse Gates ao “The Wall Street Journal” sobre a atuação de Musk no Twitter. “Esse não é o histórico dele”.

Gates afirmou que o desempenho de Musk à frente da Tesla e da SpaceX é “impressionante” e elogiou o fato de as empresas reunirem uma grande quantidade de ótimos engenheiros para alcançarem seus objetivos. “Duvido que isso aconteça dessa vez, mas devemos ter a mente aberta e nunca subestimar Elon”, apontou Gates.

“Qual é o objetivo dele?”, questionou Gates. “Quando ele fala sobre abertura, como ele se sente sobre algo que diz que as vacinas podem manter pessoas ou que Bill Gates está rastreando pessoas? Essa é uma das coisas que ele acha que deveria se espalhar? Não está totalmente claro o que ele vai fazer”.

Na semana passada, o conselho de administração do Twitter aceitou a oferta de compra de US$ 44 bilhões (cerca de R$ 215 bilhões) feita por Musk. A transação ainda precisa ser aprovada pelos demais acionistas e por órgãos regulatórios, mas a expectativa é de que ela seja concluída ainda este ano.

Musk tuitou contra Gates

Elon Musk e Bill Gates já trocaram várias farpas, incluindo sobre tópicos como veículos elétricos, Covid-19 e a colonização de Marte. Em 23 de abril, Musk publicou no Twitter uma foto de Bill Gates ao lado de um emoji de um homem grávido.

A publicação foi feita após o “New York Times” divulgar trechos de conversas em que Musk recusa um convite a um encontro filantrópico com Gates. Segundo o jornal americano, a decisão foi tomada porque o fundador da Microsoft teria vendido ações da Tesla.

Cobrança de taxas

Elon Musk disse na última terça-feira (3) que o Twitter pode cobrar uma taxa “leve” para usuários comerciais e governamentais, como parte do esforço do bilionário para aumentar a receita da rede social que está comprando.

“O Twitter sempre será gratuito para usuários casuais, mas talvez com um pequeno custo para usuários comerciais/governamentais”, disse Musk em um tuíte. “Alguma receita é melhor do que nenhuma!” acrescentou.

Corte de salários

Na semana passada, a Reuters informou que Musk disse aos bancos que desenvolveria novas maneiras de monetizar tuítes e cortar o pagamento de executivos para reduzir custos da empresa.

Ele também disse aos bancos que planeja desenvolver recursos para aumentar a receita dos negócios, incluindo novas maneiras de ganhar dinheiro com tuítes que contenham informações importantes ou se tornem virais, disseram fontes à Reuters.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Primeiros gêmeos nônuplos do mundo completam um ano – e estão ótimos
Telescópio captura “dança” de galáxias em processo de fusão há 400 milhões de anos
Deixe seu comentário

No Ar: Caiçara Confidencial