Quinta-feira, 18 de julho de 2024

Quinta-feira, 18 de julho de 2024

Voltar Audiência pública discutirá plano do governo gaúcho para instalar pedágio na rodovia RS-118

A Comissão de Economia, Desenvolvimento Sustentável e do Turismo da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul agendou para o dia 20 de abril a realização de uma audiência pública sobre os impactos econômicos da instalação de pedágio na rodovia estadual RS-118, na Região Metropolitana de Porto Alegre. O encontro foi solicitado pelo deputado Rodrigo Lorenzoni (PL) depois que o governo gaúcho anunciou estudos com esse objetivo.

Nos planos do Executivo está a adoção de um pedágio no sistema “free-flow”, que dispensa a estrutura de catracas. Em vez disso, realiza a cobrança por trecho percorrido, de forma automática.

Estão sendo convidados a participar da audiência pública prefeitos e vereadores de cidades da área abrangida, bem como secretários estaduais, presidentes de entidades ligadas à indústria, comércio e serviços de Alvorada, Gravataí e Viamão. O mesmo vale para líderes da comunidade e do movimento “RS-118 Sem Pedágio”.

Crítica

Dentre os alvos de questionamento deste e de outros parlamentares está o fato de o governador Eduardo Leite ter assinado durante a campanha eleitoral um documento com o compromisso de não implantar pedágio na rodovia.

Ainda de acordo com Lorenzoni, “além de não cumprir sua promessa, Leite debocha dos gaúchos ao alegar que não haverá praça de pedágio mas terá cobrança”.

Lorenzoni critica, ainda, o que ele considera como “implícito” na fala do governador a ideia de que a rodovia em questão poderá ter problemas de manutenção porque as rodovias de toda a região precisam de investimentos e o Estado tem capacidade limitada, com perda de arrecadação e outros argumentos.

(Marcello Campos)

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Clube do Ouvinte