Domingo, 23 de junho de 2024

Domingo, 23 de junho de 2024

Voltar Atingidos por chuvas no RS receberão nova antena parabólica digital

A Anatel determinou à EAF (Entidade Administradora da Faixa de 3,5 GHz) que realize uma nova distribuição de kits com a parabólica de TV digital nos domicílios afetados pelas enchentes no Rio Grande do Sul. A informação foi confirmada durante a 218ª Reunião do Conselho Consultivo da agência.

De acordo com o superintendente de outorga e recursos à prestação substituto, Sidney Azeredo Nince, a Siga Antenado (nome fantasia da EAF) está preparada para atender 20.591 residências com a instalação gratuita de um novo kit. Ou seja, a entidade irá substituir os equipamentos que foram danificados por conta das enchentes no Estado.

“No Rio Grande do Sul, tinham cerca de 20.600 kit já instalados. Devido a essa calamidade, as pessoas perderam conexão de banda larga, perderam onde moram… então houve essa decisão da Anatel em virtude dessa situação de emergência”, explicou Nince.

O servidor informou que, embora a EAF já esteja preparada, o início das instalações ainda depende das condições de logística. Isso porque diversas estradas de acesso a municípios do estado continuam afetadas, além dos serviços de energia elétrica ainda interrompidos em regiões onde há instalações previstas.

A distribuição gratuita de kits de antenas parabólicas de TV digital para pessoas inscritas no Cadastro Único faz parte do movimento de limpeza de espectro para a expansão da conectividade 5G no Brasil.

De acordo com a agência, em todo o Brasil foram instaladas 2.805.676 antenas (para um total estimado em 5,5 milhões). Além disso, há 88.632 mil agendamentos.

Auxílio Reconstrução

Moradores do Rio Grande do Sul atingidos pelas cheias já podem confirmar os seus dados para receber os R$ 5.100,00 do Auxílio Reconstrução desde esta segunda-feira (27).

Essa verificação deverá ser feita no site gov.br e é destinada às famílias que tiveram que sair de suas casas, de forma temporária ou definitiva, em meio às enchentes que atingiram o Estado.

O pagamento será feito via Pix em uma única parcela, que só será transferida quando os dados forem confirmados e validados. Esta ajuda financeira servirá para a compra de móveis, eletrodomésticos e utensílios que as famílias perderam em decorrência das enchentes.

Após a confirmação das informações pelo cidadão, os dados da família beneficiária serão enviados à Caixa Econômica Federal para conferência e pagamento, em 48 horas, na conta do responsável familiar cadastrado. Até o momento, estão contemplados pelo Auxílio Reconstrução 369 municípios gaúchos que tiveram o estado de calamidade pública ou a situação de emergência reconhecidos pela Defesa Civil Nacional até 15 de maio, conforme a lista divulgada pelo órgão.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Show Da Manhã