Segunda-feira, 15 de julho de 2024

Segunda-feira, 15 de julho de 2024

Voltar Asteroide do tamanho de 90 elefantes se aproximará da Terra nesta quinta-feira

Um asteroide descoberto pela Nasa em março deste ano, chamado 2023 FM, se aproximará da Terra nesta quinta-feira (6). A rocha espacial viaja a uma velocidade de 54 mil km/h e não apresenta risco ao planeta.

Os cientistas da agência espacial norte-americana apontam que o asteroide não tem chances de colidir com a Terra. Ele passará a cerca de 3 milhões de km da superfície terrestre. Na escala espacial, a distância é considerada “próxima”.

O meteoro mede de 120 a 270 metros, o equivalente a cerca de 90 elefantes. A rocha foi vista pela primeira vez no dia 16 de março e sua órbita elíptica foi determinada somente no último domingo.

Um asteroide menor, nomeado 2023 FN13, deve se aproximar do meteoro 2023 FM em abril. No entanto, ele se move a uma velocidade mais lenta, de 16,2 mil km/h. A rocha espacial deve passar a 1 milhão de km da superfície da Terra no final do mês.

Vulcão em Marte

Olympus Mons (ou Monte Olimpo) é o maior vulcão do Sistema Solar e está na foto em destaque nesta terça-feira (4) no site Astronomy Picture of the Day. Este grande vulcão com mais de 20 km de altitude foi esculpido pela ação de fluxos de lava no passado, e sua última erupção parece ter ocorrido há 25 milhões de anos.

Este vulcão marciano é cerca de três vezes mais alto que o Monte Everest – cujo pico fica a 8,8 km acima do nível do mar – e tem mais de 600 km de diâmetro. Se você decidisse se aventurar em uma escalada pelas encostas do Olympus Mons, descobriria que a tarefa seria bem fácil. É que, além de ter encostas pouco inclinadas, a baixa gravidade de Marte tornaria a escalada mais “leve”.

Já a caldeira, localizada no topo do vulcão, se estende por cerca de 80 km. Para entender melhor o que estas dimensões significam, vamos compará-las às de Mauna Loa, o maior vulcão da Terra: ele chega a 10 km de altitude e tem 120 km de extensão. Mesmo assim, Olympus Mons tem volume quase 100 vezes maior que o de Mauna Loa.

O grande vulcão maciano fica na região de Tharsis Montes, próxima do equador do planeta, e é tão alto que se estende consideravelmente em relação às planícies existentes por lá. Ele tem estrutura relativamente regular e sem muitas crateras de impacto, o que sugere que a camada superior de lava de sua estrutura é relativamente jovem.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Show Da Madrugada