Quinta-feira, 26 de maio de 2022

Quinta-feira, 26 de maio de 2022

Voltar Apple, Google e Microsoft anunciam nova tecnologia para remover a necessidade de senhas

Neste dia  5 de maio, foi celebrado o Dia Mundial da Senha, onde são feitas campanhas de conscientização sobre o quanto é importante ter uma chave de acesso segura e protegida.

Gigantes da tecnologia aproveitaram o dia para anunciar um recurso que eliminará o uso de senhas, mas que promete manter a segurança dos usuários.

Em um esforço conjunto, Apple, Google e Microsoft anunciaram que vão implementar uma tecnologia para acessar plataformas mobile, desktop e navegadores sem a necessidade de utilizar senhas a partir de 2023. A intenção é que os usuários possam fazer autenticação segura e rápida nos serviços desejados no Android, iOS, Chrome, Edge, Safari, Windows e macOS.

O diretor sênior de marketing da Apple, Kurt Knight, comentou a iniciativa: “Assim como criamos nossos produtos serem intuitivos e capazes, também pensamos na privacidade e segurança. Nosso comprometimento é trabalhar com a indústria para estabelecer novos métodos de autenticação, mais seguros e que ofereçam melhor proteção e eliminem a vulnerabilidade do uso de senhas”.

A autenticação sem senha irá permitir que os usuários escolham seus celulares como dispositivo principal para aplicativos, sites e outros serviços digitais, segundo o Google. Ao desbloqueá-lo, seja lá qual o método escolhido, irá validar o acesso, removendo a necessidade de senhas.

Essa tecnologia utilizará um token chamado “chave de acesso” e será compartilhada entre o celular e os serviços que você desejar acessar. Ao fazer com que os logins sejam vinculados a um dispositivo físico, a ideia é que os usuários irão se beneficiar pela simplicidade e segurança, eliminando a necessidade de lembrar os dados de entrada de cada plataforma ou comprometer seus dados ao utilizar a mesma senha.

As companhias também afirmam que a remoção de senhas dificultará significativamente a ação de hackers em usar dados de login remotamente, já que necessitará do dispositivo físico. Teoricamente, ataques de phising, onde usuários são direcionados para um site falso para roubo de dados, serão mais difíceis de serem realizados.

Apple, Google e Microsoft dizem que a nova tecnologia já estará disponível em todas as plataformas no ano que vem, mas não deu um prazo específico. Entretanto, ideias para remover o uso de senhas eram discutidas há anos e parece que foi finalmente descoberta a solução.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Pesquisa do Ministério da Saúde mostra que brasileiros estão mais deprimidos
Elon Musk quer cobrar de governos e empresas por posts no Twitter
Deixe seu comentário

No Ar: CLUBE DO OUVINTE