Segunda-feira, 24 de junho de 2024

Segunda-feira, 24 de junho de 2024

Voltar Ana Hickmann e Alexandre Correa negociaram mais de R$ 600 mil em processos; há ainda R$ 7 milhões em dívidas com bancos

Em meio aos processos judiciais de bancos para pagamentos de empréstimos, Ana Hickmann e o marido, Alexandre Correa, conseguiram neste ano fazer acordos com duas instituições. O valor exato do pagamento não foi divulgado, mas as ações eram no valor de R$ 448.477,79 e R$ 185.315,90, o que somadas representavam uma dívida do casal de R$ 633.793,69. Há ainda em disputa outros bancos que querem executar dívidas que chegam a mais de R$ 7 milhões.

Ana Hickmann, de 42 anos, e Alexandre Correa, 51, são alvos de 15 ações de cobrança judicial que totalizam cerca de R$ 9,5 milhões em dívidas. Uma delas é com o Banco do Brasil, no valor de R$ 1,2 milhão. Além dessa, a Hickmann Serviços Ltda também Banco Safra e Sistema de Crédito Cooperativo (Sicredi). De acordo com o Tribunal de Justiça de São Paulo, as ações iniciais movidas contra o casal somam mais de R$ 4 milhões.

O primeiro caso foi com o Banco Original. A ação, de R$ 448.477,79, começou em junho deste ano. Um acordo foi feito em setembro e o pagamento efetuado um mês depois, o que possibilitou o arquivamento do processo. A outra ação é com um fundo de investimentos, no valor de R$ 185.315,90, que começou a ser movida contra o casal em agosto e um acordo também estabelecido em setembro.

Outras dívidas

Na quarta-feira (22), foi o banco Bradesco que entrou com uma ação contra a Hickmann Serviços Ltda — empresa administrada pela apresentadora e pelo marido para a execução de uma dívida, em que o valor da ação é de R$ 1.156.822,07.

O casal já acumulava dívidas também com o Banco Safra, Banco do Brasil e o Sicredi. Com todos os valores das ações somadas, estão em processo R$ 6.553.493.78. Com a entrada da ação do Bradesco, a dívida salta agora para R$ 7.710.315, 85.

Bloqueio de bens

A decisão sobre o bloqueio dos bens veio a público na quarta-feira (22). Um empréstimo feito em 14 de março deste ano, no valor de R$ 2,1 milhões, seria pago em 72 parcelas, de R$ 56,2 mil cada. No entanto, no momento, a dívida já soma R$ 2,4 milhões pela falta de pagamento ao Sistema de Crédito Cooperativo (Sicredi).

Na listagem de patrimônio a ser apreendido para garantia dessas dívida estão imóveis em São Paulo – um apartamento no bairro Pompeia, na zona Oeste de São Paulo, um apartamento em Perdizes, terrenos no Pacaembu -, além de cinco veículos de Ana Hickmann e dois carros do marido.

Além dos automóveis, o Detran solicitou o bloqueio de uma motocicleta, três caminhonetes e um carro popular, que estão em nome da Ana Hickmann Serviços Ltda — companhia que pertence à apresentadora e Correa.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Show Da Madrugada