Domingo, 22 de maio de 2022

Domingo, 22 de maio de 2022

Voltar Amber Heard x Johnny Depp: 5 episódios que a atriz disse no tribunal na semana que passou

Desde o início de abril, a batalha judicial entre os atores Johnny Depp e Amber Heard está em um novo capítulo, agora em um tribunal em Fairfax, na Virgínia, nos Estados Unidos.

O ator processa a atriz em US$ 50 milhões (cerca de R$ 250 milhões) por difamação, em relação a um artigo de 2018 escrito por ela no jornal “Washington Post” sobre ser uma sobrevivente de abuso doméstico. A atriz também o processa em uma ação em que pede US$ 100 milhões (R$ 500 milhões).

Na última terça-feira (3), os advogados de Depp encerraram suas argumentações depois de dizerem que Heard caluniou o astro de “Piratas do Caribe” quando ela alegou ter sido vítima de violência doméstica.

Em seguida, o lado de Heard começou a trazer suas testemunhas para o tribunal. Na quarta (4) e quinta (5), a atriz deu seu depoimento. A previsão é de que o julgamento ainda leve algumas semanas para terminar.

Leia, a seguir, cinco momentos desta semana da batalha judicial:

Primeira agressão

Amber e Depp se conheceram no set do filme “Diário de um jornalista bêbado”, de 2011. Segundo ela descreveu em seu depoimento, ele era carismático. Eles se apaixonaram durante a turnê de divulgação do filme.

A felicidade começou a se dissipar em 2012, quando ele começou a fazer comentários depreciativos sobre ela. No mesmo ano, aconteceu a primeira agressão.

Heard afirmou que explosão física de Depp veio depois que ela perguntou o que estava escrito em uma de suas tatuagens desbotadas. Ela disse que ele respondeu “Wino”, e ela riu, pensando que era uma piada.

“Ele me deu um tapa no rosto”, disse Heard. “Eu não sabia o que estava acontecendo. Eu apenas o encarei.” Heard disse que ele deu mais um tapa nela e disse “você acha engraçado, vadia?”.

Revista íntima

A psicóloga de Amber, Dawn Hudges, foi chamada para ser uma de suas testemunhas. Segundo a profissional, o ator tentou procurar cocaína dentro da vagina da atriz, durante uma briga em que ele pensou que ela tinha escondido a droga.

Na quarta, data de seu primeiro depoimento, a atriz acusou Depp de fazer um “revista íntima” após uma briga durante uma festa com drogas em uma cidade no deserto da Califórnia. “Eu apenas fiquei lá, parada”, disse ela, entre lágrimas.

Cachorro pendurado

Ainda no meio da semana, a atriz afirmou que o ex-marido pendurou um dos cachorros dele pela janela do carro em movimento, enquanto uivava.

No depoimento, Amber diz que havia concordado em ir com ele a um compromisso profissional, depois de terem discutido e Depp ter feito uso de de grande quantidade de cocaína.

O ator estava fumando com a janela aberta e, em um determinado momento, ele começou a uivar. De repente, segundo a atriz, Depp pegou um dos cachorros, Boo, um teacup york, que pertence a ele, e segurou para fora da janela enquanto o carro estava em movimento.

“Ele estava uivando enquanto segurava o cachorro pela janela. Todo mundo no carro, eu nunca vou me esquecer, todo mundo congelou”, contou.

Ciúmes

No depoimento de quinta, Amber disse que o ex-marido teria chutado as suas costas e machucado seu nariz. Na ocasião, Depp teria ficado chateado ao saber que ela havia beijado o ator James Franco para uma cena do filme de 2015 “Traumas de Infância”.

A bordo de um avião particular, Depp chamou Heard de “vadia” e, utilizando linguagem sexualmente explícita, perguntou o que Franco “havia feito com meu corpo”, disse, acrescentando que Depp cheirava a maconha e álcool.

Heard disse que trocou de assento várias vezes durante o voo, e que Depp arremessou cubos de gelo e utensílios contra ela. Em um determinado momento, Depp veio atrás dela e a chutou nas costas. Os seguranças e tripulação do voo não reagiram, acrescentou a atriz.

Agressão sexual

Também na quinta, Amber deu a sua versão sobre a discussão em que cortou a ponta do dedo de Depp com uma garrafa. “Eu peguei e joguei no chão entre nós”, contou ela. “Isso realmente o enfureceu”, disse, acrescentando que Depp arremessou contra ela latas e garrafas.

“Em algum momento ele colocou uma garrafa quebrada no meu rosto, na área da garganta, na linha da mandíbula e disse que cortaria minha cara”, lembrou.

Com a voz embargada, Heard afirmou que Depp arrancou sua roupa e a agrediu sexualmente com uma garrafa. “Johnny colocou a garrafa dentro de mim”, enquanto ameaçava matá-la, disse.

Segundo ela, na manhã seguinte, descobriu que Depp havia usado seu sangue, comida e tinta para escrever mensagens “incoerentes” em todas as superfícies da casa.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Rafa Kalimann desabafa sobre críticas ao seu corpo
Em busca por novo lar, J-Lo e Ben Affleck visitam mansão de R$ 349 milhões
Deixe seu comentário

No Ar: CLUBE DO OUVINTE