Segunda-feira, 22 de julho de 2024

Segunda-feira, 22 de julho de 2024

Voltar Alexandre Correa exige a prisão de Ana Hickmann e a acusa de alienação parental

Os advogados de Alexandre Correa pediram a prisão em flagrante de Ana Hickmann por suposta alienação parental ao impedir que o filho de nove anos, Alezinho, passe o período de férias com o pai, conforme determinado em juízo.

A defesa diz que a apresentadora teria se recusado a entregar o garoto na data acordada, entre os dia 3 e 10 de janeiro, sendo retirado à 9h e devolvido às 18h por intermédio dos avós paternos. Contudo, a assessoria de Ana informou nesta quinta-feira (4) que houve mudanças nas datas em que Alezinho ficará com o genitor.

“A decisão judicial determinou que o período de férias de Alexandre Hickmann Correa com o pai fosse entre 3 e 10 de janeiro, se nada fosse programando anteriormente. Levando em consideração que as férias de Ana Hickmann estavam previamente programadas entre 3 e 7 janeiro, foi então acordado entre os advogados de Ana Hickmann e Alexandre Correa, doutor Guilherme Valdetaro e doutora Diva Carla Nogueira, respectivamente, por telefone, em 22 de dezembro, a transferência do período para 9 a 17 de janeiro”.

A assessoria também ressaltou que as visitas ocorreram normalmente em 11, 18 e 26 de dezembro e 3 de janeiro. “A determinação será realizada, conforme alinhada entre ambas as partes. As datas de visitação estão sendo cumpridas rigorosamente”, finalizou.

Os advogados de Correa, por sua vez, afirmam que Ana teria permitido apenas um rápido encontro para um lanche no final da tarde, alegando que viajaria para praia com amigos e levaria o filho. O empresário tentou acionar a polícia e o Conselho Tutelar para denunciar o descumprimento da decisão em flagrante, mas não conseguiu completar as ligações.

“Não resta outra saída para o requerente senão recorrer novamente ao Poder Judiciário para que a requerida cumpra com a lei e permita a convivência entre pai e filho, conforme já foi determinado pela Justiça, bem como para que ocorra a prisão em flagrante dentro do período de 24 horas”, pediram os advogados do escritório Bueno Nogueira.

Os advogados de Alexandre Corre ainda afirmam que a apresentadora teria adotado uma conduta de descaso com as ordens judiciais e que ela “acredita ser imune às determinações bem como isenta das penas legais” por ser famosa.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Show Da Madrugada