Quinta-feira, 26 de maio de 2022

Quinta-feira, 26 de maio de 2022

Voltar Aleksandro, Marília Mendonça, Cristiano Araújo: acidentes fatais marcam música sertaneja

Em meio ao sucesso da música sertaneja em todo o País, alguns dos principais cantores do gênero musical foram vítimas de acidentes rodoviários e aéreos nos últimos anos em trajetos na volta ou a caminho de shows, como Marília Mendonça, Cristiano Araújo e Gabriel Diniz. O caso mais recente foi confirmado no sábado (7), com a morte do cantor Aleksandro, de 34 anos, que fazia dupla com Conrado.

Aleksandro está entre os seis óbitos decorrentes de um acidente de ônibus que levava a dupla de Tijucas, no Paraná, para um show em São Pedro, no interior de São Paulo.

Em novembro de 2021, a morte de Marília Mendonça, aos 26 anos, comoveu o País. A aeronave em que estava caiu em uma cachoeira na região de Caratinga, no interior de Minas Gerais, município em que realizaria um show. O avião de pequeno porte havia saído de Goiânia.

No ano anterior, em março de 2020, o cantor Henrique (da dupla com Netto), de 22 anos, não resistiu depois de ficar 22 dias internado na UTI. Ele sofreu diversas lesões e queimaduras em decorrência de um acidente de carro em Santa Fé do Sul, no interior paulista.

Outro artista que estava no auge, com o hit “Jenifer”, o cantor Gabriel Diniz morreu aos 28 anos em maio de 2019. Ele estava em um avião de pequeno porte que caiu no interior do Sergipe após um show em Feira de Santana, na Bahia.

Em junho de 2015, Cristiano Araújo, de 29 anos, morreu no auge da carreira em decorrência de um acidente de carro após um show no interior de Goiás.

Em 1997, o cantor João Paulo (da dupla com Daniel) morreu em um acidente de carro após um show em São Caetano do Sul, no ABC Paulista. Ele tinha como destino Brotas, no interior de São Paulo.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Fora da Champions, Cristiano Ronaldo e restante do elenco do Manchester United sofrem redução salarial
Motoboys de São Paulo pedem que empresas de entregas por aplicativo troquem mochila por baú para evitar falsos entregadores
Deixe seu comentário

No Ar: Caiçara Confidencial