Domingo, 23 de junho de 2024

Domingo, 23 de junho de 2024

Voltar Agentes da Defesa Civil de Eldorado do Sul são investigados por desvio de doações; suspeitos são pré-candidatos às eleições

O Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS) realizou, no último sábado (25), uma operação contra agentes da Defesa Civil do município de Eldorado do Sul. Ao todo, foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão após denúncia de que doações para atingidos pela enchente estavam sendo desviadas com o objetivo de beneficiar futuros eleitores de candidatos da cidade.

Dos três agentes públicos alvo da ação, pelo menos dois são pré-candidatos às eleições deste ano no município. Os mandados foram cumpridos nas casas dos suspeitos, na prefeitura e em depósitos da cidade. Foram apreendidos celulares, documentos e dinheiro.

De acordo com o MPRS, os funcionários da Defesa Civil também foram afastados temporariamente do órgão, mas podem continuar a desempenhar outras funções públicas que têm nas demais áreas. Os crimes apurados são de apropriação indébita, peculato e associação criminosa durante estado de calamidade pública.

Eldorado do Sul foi uma das cidades mais atingidas pelo temporal no Estado, com a totalidade de seus moradores afetados pela elevação das águas do Lago Guaíba e do Rio Jacuí. Após o início das investigações, o Ministério Público determinou que o Exército Brasileiro assuma a entrega de doações às vítimas da enchente para evitar que os moradores fiquem desatendidos de suprimentos básicos.

O MPRS requereu ainda que a prefeitura apresente um plano de trabalho para utilização dos recursos públicos já disponibilizados no atendimento às vítimas e na reconstrução da cidade. Em nota, a prefeitura de Eldorado do Sul disse que tomou conhecimento da investigação e reforçou “seu compromisso com a transparência, a ética e o respeito aos recursos destinados aos cidadãos”. “Continuaremos colaborando plenamente com as autoridades competentes para que todos os fatos sejam esclarecidos de maneira justa e rápida”, finalizou o comunicado.

A Defesa Civil do Rio Grande do Sul divulgou um levantamento sobre as doações recebidas em meio à tragédia climática que atinge o Estado. Segundo o órgão, foram doados 1,5 milhão de litros de água potável e mais de 202 toneladas de alimentos diversos.

Conforme o balanço, também foram recebidas 166 mil cestas básicas, 136 mil litros de leite, 98 mil cobertores, 24 mil colchões e 244 mil kits de higiene e limpeza.

No total, a Defesa Civil contabilizou 3,37 milhões de itens recebidos e distribuídos, incluindo também 62 mil sacos de ração animal, 42 mil fraldas e 364 mil kits de roupas. As doações foram distribuídas em 167 municípios entre 25 de abril e 25 de maio.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Show Da Manhã